Murilo.png

Cabrito cuidando da horta

18 Abril 2017 14:01:27

Murilo Machado
Foto: Divulgação

É que, dentro da mesmice e sensaboria do período, voltamos a atenção para a reforma política em curso na Câmara dos Deputados e que deverá ter seu relatório lido e votado na Comissão Especial nos próximos dias. A malsinada reforma é mais um dos achincalhes com que o Parlamento Nacional pretende nos brindar. O ponto mais alto, questionável e sujo, é a formação da tal "lista fechada"a ser oferecida ao eleitor, talvez já no pleito do ano próximo. Começando por cima, se vingar a tal Lei, é a formula monstruosa encontrada para impedir que o eleitor promova, a partir do pleito, a operação de limpeza anunciada e pretendida, quando, pelas urnas, pretendíamos passar esponja e detergente nas Casas do Congresso, escorraçando e banindo uma boa pá de gente cuja presença e ação de há muito nos infelicita. Ah pois, manobrando rápido os infames urdem esta manobra pútrida e pretendem nos tornar reféns de chefões, chefetes e chefinhos de partidos, com a fascinante possibilidade, inclusive, de vender lugar privilegiado nas malsinadas listas. Patifes e corruptos, expostos ao sol da opinião pública pelos mal feitos, pretendem perpetuarem-se no Poder e suas deliciosas possibilidades, através de uma manobra brotada da pura calhordice. Como pobre consolo, o tal projeto propõe cortar a lista pela metade lá por 2030, com o voto distrital para eleger a metade, sendo o voto então majoritário. Reformas que nada reformam, a não ser castrar direitos que conquistamos a duras penas, com sangue e suor. Que fazer? Voltamos ao tempo em que a melhor saída era o aeroporto mais próximo. Qual a próxima desgraça a nos atingir?


ConexaoMaster.gif


Enquete

Você costuma preocupar-se com a economia doméstica?


 

INFORMAÇÕES E CONTATO

Rua Daniel Moraes, 50, Bairro Nossa Senhora Aparecida - 89520-000 - Curitibanos/SC (49) 3245.1711

Copyright © 2015 A SEMANA EDITORA LTDA. Todos os direitos reservados.