Adjori/SC
Berlanda assume gestão da Gavazzoni
Vania Leal
Curitibanos
4/11/2011 10:24:59
Com sete lojas no Rio Grande do Sul e 180 em Santa Catarina, rede é a maior varejista de móveis e eletro do Estado
$alttext

Na última terça-feira (1), a rede de lojas Berlanda anunciou a fusão com a rede Gavazzoni, com matriz em Campos Novos. De acordo com o empresário Nilso Berlanda, são 30 lojas em toda Santa Catarina que passam a incorporar a rede, sem sofrer alteração no nome, mas com o mix de produtos da Berlanda. “Iniciamos uma promoção dos produtos da Gavazzoni, de quinta-feira (3) até sábado (5), para trabalharmos em toda a rede com o mesmo mix, que será abastecido pelo Centro de Distribuição de Curitibanos. Todas as lojas terão o mesmo preço e venderá mais quem melhor atender”, afirmou.
O empresário ressaltou que a oportunidade de negócio surgiu de um momento crítico da Gavazzoni e, com o mercado aquecido, a Berlanda, em parceria com o banco BMG, assumiu a gestão. Ele adiantou que, durante a semana, estará inaugurando mais quatro lojas Berlanda, em Campo Erê, Dionísio Cerqueira, São Bento do Sul e Chapecó.
Com a fusão da Gavazzoni, a rede Berlanda passa a ter sete lojas no Rio Grande do Sul e 180 lojas em Santa Catarina, tornando-se a maior rede de móveis e eletro de todo o Estado. “É o resultado de muito trabalho de toda a equipe Berlanda. São colaboradores motivados e comprometidos com o crescimento e que acreditam na marca”, comemorou, completando que a estrutura do Centro de Distribuição está sendo ampliada em mais 23 mil metros de área, como também o departamento administrativo, para dar suporte às 187 lojas. “São mais 240 funcionários que integram o quadro funcional. Nossa busca é em motivá-los em uma nova rede, com novos produtos, novo tablóide, para elevar o faturamento e acredito que, em breve, mais pessoas serão admitidas para trabalhar na rede que atua com quase dois mil colaboradores”, acrescentou.
O empresário adiantou, ainda, que as projeções de crescimento da rede continuam. A fábrica de estofados Catarina, anexa à Penitenciária da Região de Curitibanos, em São Cristóvão do Sul, já produz cerca de 1.100 estofados por mês e a inauguração da fábrica de móveis, na Avenida Leoberto Leal, em Curitibanos, vai gerar cerca de 50 empregos para produção de parte dos móveis vendidos nas lojas. Além disso, o hotel da rede está com terraplanagem e projeto praticamente prontos e está prevista a construção de uma fábrica de colchões em 2013. “Conhecemos as necessidades da cidade, por isso, apenas adiamos a construção do hotel. Já a fábrica de colchões vem somar à rede e à cidade”, concluiu.

Ver comentários
Escrever comentários
Você costuma antecipar a compra do presenta de Natal?
Sim
Não