Aquecendo seu pet com elegância

17 Maio 2017 10:24:00

Procura por roupas para animais de estimação aumentou

Rubiane Lima
Foto: Rubiane Lima
ELEGANTE. Roupas de todas as cores e modelos estão disponíveis no mercado

As temperaturas estão baixando e ramos do comércio local estão se desenvolvendo para atrair os consumidores. Entre eles, está o de roupas para animais de estimação, que tem movimentado a economia e atraído cada vez mais adeptos.

A proprietária do Pet Shop Beija-Flor Mariluci Xavier esclarece que nas últimas semanas a procura por roupas quentes para animais de estimação aumentou significativamente. "Durante o Inverno a procura é sempre grande, mas este ano, a procura está acontecendo com antecedência e promoções já estão sendo feitas para atrair estes clientes", diz.

Mariluci informa que a maior procura é por roupas de lã e tecidos mais quentes, de todos os tamanhos. Ela explica que as roupas não são indicadas para animais com pelagem comprida, em virtude dos nós, sendo indicado para animais de pelagem curta ou após a tosa. Além da procura por roupas, os consumidores também estão buscando por mantas, camas e casinhas mais fechadas para seus animais.

A médica veterinária da Clínica Toca dos Bichos Renata Alves Córdova esclarece que além de manter o animal aquecido, é fundamental que as vacinas estejam em dia, especialmente contra tosse dos canis, que também ajuda a proteger os animais contra gripe. Outras vacinas indispensáveis são a anti-rábica, múltipla e contra giárdia. Para cães acostumados com exterior, não há necessidade de roupas e em cães peludos, basta fazer tosas com menos frequência, deixando o pelo mais alto.

AQUECIMENTO

Quem é adepta do uso das roupas para seus cães, é a curitibanense Luana Souza que veste seus cães de estimação, da raça pinscher para colaborar com o aquecimento deles. "Desde pequena eu coloco roupas nela. No início, ela achava meio estranho, mas agora, usa tranquilamente", conta.

Para Luana, é muito importante que os donos protejam seus animais, pois o frio é muito intenso no município e exige cuidados. "Eles são mais vulneráveis que os seres humanos, pois não conseguem dizer o quanto estão com frio, por isso, no Inverno, já deixo elas direto com roupinha para proteção", conclui.


Luana protege seus animais do frio, com roupinhas de diversos modelos (Fotos: Luana Souza / Acervo Pessoal)


E OS GATOS?

Renata informa que não são recomendadas roupas para gatos, pois eles não se habituam com nada em seus pelos. O indicado é ter ninhos quentes disponíveis para o gato, como edredom, iglu ou até colcha de sofá, pois eles sofrem mais com o frio que cachorros e precisam ter locais quentes a sua disposição. Bichanos idosos e filhotes com menos de 60 dias são mais suscetíveis ao frio, já que têm menos gordura no corpo. Na dúvida, pode-se consultar um veterinário para indicar uma dieta especial para auxiliar o gato a passar pelo Inverno.

Outra dica é que durante os dias frios, seja aumentada a frequência de escovações no gato, ao menos três vezes por semana. "Na estação fria, os gatos tendem a se lamber mais, acabam engolindo muita pelagem e formam mais bolas de pelo no estômago. Caso engulam pelo demais, os gatos podem ter até constipação intestinal", conclui.


ConexaoMaster.gif


Enquete

Você costuma preocupar-se com a economia doméstica?

Voto está temporariamente desabilitado.

Apresentar resultado


 

INFORMAÇÕES E CONTATO

Rua Daniel Moraes, 50, Bairro Nossa Senhora Aparecida - 89520-000 - Curitibanos/SC (49) 3245.1711

Copyright © 2015 A SEMANA EDITORA LTDA. Todos os direitos reservados.