Curitibanos,

'Não vamos deixar que uma delação qualquer paralise o Brasil', diz Temer

18 Abril 2017 11:54:56

G1
Foto: Marcos Corrêa/PR
DECLARAÇÃO. Foi dada 5 dias após o fim do sigilo sobre as delações da Odebrecht.

O presidente da República, Michel Temer (PMDB), afirmou nesta segunda-feira (17) que "uma delação qualquer" não pode paralisar o Brasil. A declaração foi dada pelo presidente em entrevista ao SBT cinco dias após o fim do sigilo sobre as delações da Odebrecht, que citam centenas de políticos, inclusive o próprio Temer - que tem imunidade temporária e, por isso, não pode ser investigado.

"Minha preocupação é trabalhar pelo Brasil", afirmou Temer ao ser questionado se não temia ser investigado depois de deixar a presidência, em 2018. "Não vamos deixar que uma delação qualquer paralise o Brasil".

O presidente disse que Judiciário e as investigações estão cumprindo seu papel - e o Executivo e Legislativo têm de fazer o mesmo - e citou as reformas da Previdência e trabalhista como medidas importantes que precisam ser aprovadas pelo governo.

"O Brasil não vai parar. O Brasil tem instituições sólidas. O Judiciário está funcionando regularmente, as investigações funcionaram regularmente", afirmou Temer. "O Executivo e o Legislativo têm de continuar a trabalhar. Há coisas importantíssimas no Brasil, a reforma trabalhista, a reforma previdenciária."


Saiba mais, aqui.


OculoseCia.gif
ConexaoMaster.gif


Enquete

Você costuma preocupar-se com a economia doméstica?


 

INFORMAÇÕES E CONTATO

Rua Daniel Moraes, 50, Bairro Nossa Senhora Aparecida - 89520-000 - Curitibanos/SC (49) 3245.1711

Copyright © 2015 A SEMANA EDITORA LTDA. Todos os direitos reservados.