ATERRO SANITÁRIO

Possibilidade de instalação gera polêmica

20 Novembro 2015 12:15:58

Comunidade de Luzerna se manifesta contra instalação de aterro sanitário, principalmente pelas riquezas naturais que o local possui.

Carla Dildey
Reunião.jpg
Foto: Divulgação
Prefeito Moisés Diersmann recebeu abaixo assinado dos moradores.

Manifestações e comentários permeiam a comunidade luzernense de dúvidas e incertezas. O motivo disso tudo é a possível instalação de um aterro sanitário na comunidade de linha Limeira, no interior do município. Já foram coletadas assinaturas de quem é contrário à instalação e entregues à administração municipal.

Conforme conteúdo de um abaixo assinado on line, a área alvo da polêmica é ambiental e rural com cerca de 90 nascentes d’água, produção de leite, pecuária, apicultura, lavouras e hortifrútis. Também existe um poço artesiano que abastece várias comunidades rurais, nascentes de água potável e riachos afluentes do Rio Limeira e Rio do Peixe.

Na mídia social Facebook diversas manifestações contra a instalação foram feitas não somente pela população da comunidade, mas de todo município e região. De acordo com Sérgio Marquezi, morador da comunidade e idealizador do abaixo assinado, o prefeito deu a devida atenção a essa demanda que também contou com o apoio dos vereadores do município.  “Este aterro sanitário prejudicaria as atividades econômicas rurais e de turismo por meio da contaminação por pragas, infestações de insetos e outros animais ocasionados pelo lixo. Além do mau cheiro e a consequente contaminação das nascentes de água e do poço artesiano”, explica.

De acordo com o prefeito de Luzerna, Moisés Diersmann, foram recebidas as assinaturas dos moradores e também já foi realizada uma reunião com representantes do Grupo Tucano e da comunidade. “O representante da empresa está de férias e após isso nos será passada uma posição de maneira oficial. O que ele já nos garantiu, após a conversa que tivemos juntamente com o presidente da Câmara, é que no local que eles estavam sondando não será mais feito nada”, declarou o prefeito. 



HOTEL JATAGUÇA - café outubro.jpg
SOSDesaparecidos.fw.png
NAMAI_PrimAniv_Jornal_11x16cm.jpg
UNOESC.jpg
2-Folha da Manhã.jpg
logo - rodape.JPG

Rua Francisco Lindner 274 Ed. RM - 2º andar - Sala 03, centro/ Joaçaba - SC - Brasil / Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Empresa Jornalística Folha da Manhã