TECHSUN ENERGIA SOLAR

A hora é agora: Governo reduz o ICMS para energia fotovoltaica

Na última semana o governador de Santa Catarina sancionou o projeto de lei que visa a isenção de impostos sobre a produção de energia fotovoltaica. A decisão gera expectativas e maiores facilidades para quem pretende investir em sistemas de energia solar. Para quem está pensando em investir no setor: A HORA É AGORA. A energia solar é considerada uma fonte de energia renovável e inesgotável. É a forma mais viável para redução de custos em propriedades rurais, empresas e residências.

A isenção do ICMS se dá aos consumidores que geram sua própria energia e que tenham uma instalação de até 1 megawatt de potência. A energia produzida e não consumida na residência, propriedade rural ou empresa, é injetada na rede elétrica e ao voltar ao consumidor, é cobrado um imposto. Conforme o projeto de lei, este retorno de energia será isento do imposto de ICMS. Ou seja, não pagará o imposto alto para receber a energia que ele próprio produziu e injetou na rede elétrica.

Neste sentido, a Techsun Energia Solar, empresa pioneira na instalação de geração de energia solar na região, conta com diversos sistemas fotovoltaicos. De acordo com o engenheiro Márcio Petry, o uso da energia solar para redução de custos vêm aumentando exponencialmente. "A geração de energia através do sol possui diversas vantagens, por ser uma energia limpa, sustentável e renovável", destaca.

De acordo com o engenheiro da TechSun Energia Solar, a redução do ICMS impulsiona a instalação de sistemas solares. "A hora de instalar o sistema fotovoltaico é agora. Em Santa Catarina são instaladas em torno de 143 sistemas por dia. O segmento está crescendo bastante. O momento é propício para a instalação pois o governo estuda mudar algumas regulamentações a partir de novembro. O que pode causar alguns transtornos para quem instalar após este período", ressalva.

Instalação de energia fotovoltaica sofrerá mudanças radicais a partir de novembro

O consumidor brasileiro que produz energia através de sistemas solares pode fornecer o seu excedente para a rede de distribuição da sua localidade. Estes créditos poderão ser utilizados em outras unidades consumidoras previamente cadastradas. Por exemplo: se o consumidor possui duas casas na mesma cidade, a energia excedente de uma, será injetada na rede e os seus créditos poderão ser utilizados na segunda casa. Este sistema aplica-se também em condomínios rurais e urbanos.

Diante deste processo de compensação, a ANEEL - Agência Nacional de Energia Elétrica percebeu um pequeno problema neste sistema de distribuição e uso da rede para compensação. As empresas distribuidoras de energia elétrica alegam que o atual sistema impede que seja feita uma cobrança adequada pelo uso das redes de transmissão. Pois a rede de distribuição utilizada por todos é paga pelos consumidores que não possuem geração própria. Neste caso, quem produz energia fotovoltaica não paga pelo uso da rede.

Após um longo estudo feito pela ANEEL, a empresa chegou a uma decisão que deverá entrar em vigor até o final do ano. Esta decisão valerá para quem instalar seu sistema de energia solar após este período. Valerá que o consumidor que injetar o seu excedente na rede elétrica, e a reutilizar na mesma propriedade, poderá reutilizar apenas 72% dos seus créditos. O restante é pago para as empresas distribuidoras pelo uso da rede para transporte da energia elétrica.

Já para o consumidor que utilizar os seus créditos em mais de uma propriedade ou condomínio, poderá utilizar apenas 59% dos seus créditos. Este caso entrará em vigor provavelmente no ano de 2022.

Visite a Techsun Energia Solar que está localizada na rua do Comércio, nº 1015, ao lado da Sicredi. Ou entre em contato pelos fones 3194 1866 ou 991185566.


Imagens


EDIÇÃO IMPRESSA

Capa



VÍDEOS



Endereço:
Rua: São Bonifácio, N78, Centro
Itapiranga - SC - Brasil - CEP: 89896-000
Telefone: (49) 3677-0907