Santa Catarina tem 163 casos confirmados e uma morte por Covid-19,

Santa Catarina tem 163 casos confirmados e uma morte por Covid-19, conforme boletim divulgado pelo governador Carlos Moisés em coletiva de imprensa nesta sexta-feira, 27.

Os pacientes com diagnóstico positivo para a doença estão distribuídos em todas as regiões do estado. No total, são 33 municípios catarinenses com casos confirmados: Antônio Carlos (1), Balneário Arroio do Silva (1), Balneário Camboriú (9), Blumenau (12), Braço do Norte (9), Camboriú (4), Canelinha (1), Chapecó (4), Criciúma (12), Florianópolis (27), Gaspar (1), Gravatal (3), Içara (1), Imbituba (5), Itajaí (18), Itapema (1), Jaguaruna (2), Jaraguá do Sul (2), Joinville (8), Lages (1), Laguna (1), Navegantes (3), Pomerode (1), Porto Belo (3), Rancho Queimado (2), São José (8), São Lourenço do Oeste (1), São Ludgero (1), São Pedro de Alcântara (1), Siderópolis (2), Tijucas (1), Timbé do Sul (1) e Tubarão (8). Além disso, há cinco casos de residentes em outros estados e três de outros países.

O governador explicou que a partir de agora não serão divulgados os casos suspeitos da doença no estado, pois não correspondem à realidade. "Em relação aos casos suspeitos, não temos grande progressão, mas entendemos que a métrica não faz muito sentido em divulgar neste momento. Os exames estão restritos aos que procuram as unidades de saúde com alguns sintomas e não vão corresponder efetivamente a todos os casos que estão circulando. O resultado é mais baixo que a realidade", ressaltou.

Carlos Moisés reiterou ainda que a orientação do Estado segue a mesma, que as pessoas fiquem em casa. "O contágio é inevitável, o que precisamos fazer é melhorar a estrutura da saúde, nos prepararmos para enfrentar a crise e mudar os hábitos para que o impacto seja o menor possível. E uma das ferramentas que temos é o isolamento social", destacou.

O secretário da Saúde, Helton de Souza Zeferino, acrescentou que o Estado irá contar com mais 713 leitos de UTI. "Desde o início estamos provocando o aumento de leitos em Santa Catarina e com isso iremos dobrar a capacidade instalada em unidades de terapia intensiva para atender a população".


RETOMADA DAS ATIVIDADES

O governador anunciou na quinta-feira, 26, a retomada parcial das atividades não essenciais em Santa Catarina a partir da próxima semana. Segundo o chefe do Executivo estadual, a ação faz parte do Plano Estratégico para a Retomada das Atividades Econômicas em Santa Catarina e será publicada em um decreto nesta sexta-feira, 27.

Carlos Moisés salientou que a orientação do Estado é que as pessoas permaneçam em casa. A abertura parcial de comércios e atividades não essenciais ocorrerá com um regramento, com o objetivo de preservar a saúde da população. 

"Precisamos promover a convivência dos catarinenses com a pandemia da Covid-19, conciliando as vertentes do convívio social, da preservação da vida das pessoas e da atividade econômica. Isso quer dizer que nós pesamos as duas coisas e estamos fazendo gradativamente um plano para que as pessoas possam voltar ao convívio de forma segura. Esse é o grande objetivo", declarou o governador. 

Durante a coletiva de imprensa, Carlos Moisés lembrou ainda que as aulas seguem suspensas em todas as redes de ensino até o dia 17 de abril, conforme determinação do decreto 525. O governador reforçou também que missas, cultos e reuniões de qualquer natureza, de caráter público ou privado, seguem suspensos. 

Veja o que abre e o que deve permanecer fechado

Agências bancárias, correspondentes bancários, lotéricas e cooperativas de crédito poderão abrir a partir de segunda-feira, 30, para atender exclusivamente pessoas que necessitem de serviços bancários presenciais.

A partir da quarta-feira, dia 1º, estarão liberados também: 

- atividades e os serviços privados não essenciais, a exemplo de academias, shopping centers, bares, restaurantes e comércio em geral;

- atividades do setor hoteleiro;

- atividades de construção civil;

- escritórios de prestação de serviços em geral;

- centros de distribuição e depósitos.

Para funcionar, os estabelecimentos precisarão respeitar algumas regras:

1) Para estabelecimentos com permissão de atendimento ao público e entrada de pessoas:

a) limitação de entrada de pessoas em 50% (cinquenta por cento) da capacidade de público do estabelecimento, podendo este estabelecer regras mais restritivas;

b) controle de acesso e marcação de lugares reservados aos clientes, bem como o controle da área externa do estabelecimento, respeitadas as boas práticas e a distância mínima de 1,5 m entre cada pessoa.

2) priorização do afastamento, sem prejuízo de salários, de empregados pertencentes a grupo de risco, tais como pessoas com idade acima de 60 anos, hipertensos, diabéticos e gestantes;

3) priorização de trabalho remoto para os setores administrativos;

4) adoção de medidas internas, especialmente aquelas relacionadas à saúde no trabalho, necessárias para evitar a transmissão do coronavírus no ambiente de trabalho e no atendimento ao público;

5) utilização de veículos de fretamento para transporte de trabalhadores, ficando a ocupação de cada veículo limitada a 50% da capacidade de passageiros sentados;

Serviços autônomos liberados

Também serão liberados sem restrições, a partir de quarta-feira, 1º, os serviços autônomos, domésticos e os prestados por profissionais liberais.

Transporte coletivo segue suspenso

O governador Carlos Moisés anunciou ainda que os transportes coletivos permanecerão suspensos pelo prazo de mais sete dias, a contar da próxima quarta-feira, dia 1º. A determinação mantém suspensa a circulação de veículos de transporte urbano municipal e intermunicipal de passageiros, além da circulação e do ingresso no território catarinense dos veículos de transporte interestadual e internacional de passageiros, público ou privado. A decisão também vale para veículos de fretamento para o transporte de pessoas.

Imagens

EDIÇÃO IMPRESSA

Capa



VÍDEOS



Endereço:
Rua: São Bonifácio, N78, Centro
Itapiranga - SC - Brasil - CEP: 89896-000
Telefone: (49) 3677-0907