Balneário Piçarras tem o quarto maior crescimento do PIB em SC, aponta IBGE

Os valores finais passaram de pouco mais de R$ 594 milhões para R$ 839 milhões, uma elevação de 41,10

FELIPE BIEGING, JORNALISTA
1Balneário Piçarras2 - Foto Felipe Franco.jpg
Foto: Felipe Bieging
“Balneário Piçarras vive um novo momento

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)m publicados na última sexta-feira, 13, apontam que o Produto Interno Bruto de Balneário Piçarras foi o quarto no estado com o maior percentual de crescimento entre os anos de 2016 a 2017 entre todos os municípios catarinenses.

Os valores finais passaram de pouco mais de R$ 594 milhões para R$ 839 milhões, uma elevação de 41,10%. Esses valores correspondem aos bens e serviços que o município produziu ao longo do período, na agropecuária, indústria e serviços – que na visão dos economistas, significam recessão em caso de dados negativos ou crescimento em situação positivas.

Segundo nota oficial da Prefeitura de Balneário Piçarras, a elevação do PIB local se deu principalmente pela questão da prestação de serviços. “O setor de serviços é o propulsor da nossa economia, responsável por 53% do PIB total”, pontuou a secretária de Turismo, Susan Correa.

“O grande crescimento é reflexo, principalmente, das atividades ligadas à construção civil e ao turismo, através do significativo aumento do fluxo turístico”, acrescentou Susan. Os R$ 839 milhões de 2017 elevaram a classificação de Balneário Piçarras no ranking estadual: passou a 57ª. Na divisão dessas riquezas por habitante, também há o aumento é ainda maior. A cidade passou da 144ª colocação para 67ª. Em 2016, o PIB per capita era de R$ 27.978,51, ampliando para R$ 38.340,72 em 2017.

“Em 2016 a cidade já havia registrado crescimento histórico, que se repetiu nos números de 2017, ampliando o percentual significativamente”, categorizou o Governo Municipal. Pelo IBGE, Balneário Piçarras ficou atrás apenas de Planalto Alegre (61%), Pescaria Brava (58,43%) e Corupá (43%). A lista dos dez maiores crescimentos se completa com Ponte Alta do Norte (38%), Garuva (37%), Iomerê (31%), Barra Velha (28%), Navegantes (25%) e Bom Jesus do Oeste (22%).

De acordo com o prefeito de Balneário Piçarras, Leonel Martins (PSDB), alguns pontos foram essenciais para ampliar o ritmo de crescimento. “Estruturamos a administração pública e criamos uma base legal e sólida para que Balneário Piçarras pudesse receber investimentos privados. A continuidade de governo e das políticas públicas de desenvolvimento foram fatores significativos para esse crescimento”, frisou.

Expectativa para novos resultados

O significativo aumento no número de solicitações em alvarás de construção, que atingiu 171.210 m² em 2018 e já passa dos 300 mil m² em 2019, junto da ampliação do número de empresas no município e a obtenção da Bandeira Azul, que ampliou o fluxo turístico, embasam uma projeção ainda melhor para a cidade. “Balneário Piçarras vive um novo momento. A cidade se abriu para o mercado e já está colhendo resultados dessa política de desenvolvimento”, finalizou o prefeito.






14322344777940.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina e Jornal do Comércio