Mais de mil MEIs estão em situação irregular na cidade de Penha

“Pedimos para que procurem a Sala do Empreendedor. Esse é o primeiro passo para iniciarmos o processo de regularização”

Sala do Empreendedor.jpg
Foto: Divulgação
Uma equipe técnica está formada na Sala do Empreendedor (Rua Nilo Anastácio Vieira, 180) para atender os microempreendedores irregulares

Um total de 1.079 microempreendedores de Penha estão irregulares junto ao município. O dado é da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, que confrontou o número de alvarás de funcionamento emitidos pelo governo com a relação de Microempreendedores Individuais (MEIs)ativos no Portal do Empreendedor. Agora, uma campanha busca atrair voluntárias esses profissionais para a regularização.

"Qualquer microempresa requer vários documentos para funcionamento. Então pra abertura ou manutenção ser feita da melhor maneira é, importante que os empresários conheçam os benefícios da regularização, para não ter problemas futuros”, explicou o secretário, Max Riesemberg Bastos. Uma equipe técnica está formada na Sala do Empreendedor (Rua Nilo Anastácio Vieira, 180) para atender os microempreendedores irregulares. Do total de MEis na cidade, 868 atual na regularidade.

De acordo com a Agente de Desenvolvimento da Secretaria, Ana Paula Ramalho Viana, a irregularidade na situação da MEI se dá, com o município, diante da ausência dos alvarás de funcionamento e sanitário. “Pedimos para que procurem a Sala do Empreendedor. Esse é o primeiro passo para iniciarmos o processo de regularização”, pediu. O atendimento funciona em horário comercial: das 8h às 12h e das 13h30 às 17h30.

“Estando regulares, eles podem ter uma série de benefícios, como linha de crédito bancário e também acesso aos cursos de qualificação que promovemos na Sala do Empreendedor”, reforçou Ana. A Secretaria de Desenvolvimento tem como meta reduzir a irregularidade, entrando em contato direto com cada MEI. “Mas, o primeiro passo é conscientizar o microempreendedor”, reforçou Max.

Informações adicionais podem ser solicitadas pelo telefone (47) 3345.4816. O número funciona também como WhatsApp.

 






14322344777940.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina e Jornal do Comércio