Escola desenvolve a honestidade dos alunos em Balneário Piçarras

Alunos adquirem livros e colocam dinheiro no caixa sem a necessidade de supervisão ou de um vendedor

Projeto Honestidade.jpg
Foto: Divulgação
"Não tem ninguém monitorando ou vendendo"

A Escola Monteiro Lobato, de Balneário Piçarras, vem desenvolvendo com os alunos da instituição o “Projeto Honestidade”. A ideia é que estudantes comprem livros disponíveis em uma mesa e deixem o dinheiro no caixa sem a necessidade de ter alguém controlando.

Até o momento já foram vendidos cerca de 360 livros, incluindo livros didáticos, literatura infanto-juvenil, gibi, entre outros. Independentemente do tamanho e da qualidade do livro, todos são vendidos a um custo fixo de R$ 2,00.

A diretora da escola, Luciana Suzin, explica que a ação tem como objetivo promover a honestidade entre os alunos. “Não tem ninguém monitorando ou vendendo. Os alunos devem ter a honestidade de retirar o livro e deixar o valor na caixinha. E estamos tendo uma adesão muito boa”, afirma.

O projeto também tem auxiliado os alunos que estão aprendendo matemática. “Algumas crianças estão aprendendo agora a contar dinheiro e o projeto ajuda nesse desenvolvimento da educação monetária e financeira”, conclui Luciana.

Todo o dinheiro arrecado com a venda dos livros serão utilizados para a formatura do 9º ano e, em contrapartida, a turma é responsável pela aquisição de novas doações de livros para o projeto.

Imagens





14322344777940.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina e Jornal do Comércio