Penha anula seletivo e prepara contratação emergencial de professores e monitores

Com o cancelamento do seletivo, um outro será aplicado com prova, assim que uma nova empresa for contratada; seletivo simplificado será lançado de forma emergencial

WhatsApp Image 2019-02-19 at 10.34.42.jpeg

A comissão responsável pelo processo seletivo de contratação de professores e monitores em caráter temporário para a Secretaria de Educação de Penha, decidiu anular a prova aplicada no último dia 10 de fevereiro.

A decisão vem ao encontro das reclamações de dezenas de inscritos e dos erros encontrados na prova. Por isso o contrato com a empresa licitada também foi cancelado, informou a Prefeitura em nota oficial.

 “Após consulta à Procuradoria Jurídica da Prefeitura, resolvemos que o melhor era realmente cancelar o processo seletivo e realizá-lo em outro momento”, explicou a secretária de Educação de Penha, Suselli Anacleto Batista.

Segundo o Governo, “entre os problemas verificados estão as respostas conflitantes dadas pela empresa ao mesmo questionamento feito por inscritos que recorreram; o critério de classificação, cuja pontuação mínima era 50, mas devido às questões múltiplas de 4, atingiram 48 ou 52, nunca 50; e o grau de dificuldade acima dos conhecimentos requeridos para o cargo de monitores”.

Todos os inscritos serão reembolsados e devem procurar a Secretaria de Educação a partir da próxima segunda-feira, dia 25, para apresentar os dados bancários. Todos serão ressarcidos da taxa de inscrição.

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO

A Secretaria de Educação e Cultura (Seduc), anunciou nesta quarta-feira, 20, o processo seletivo simplificado por análise de títulos e tempo de serviço, que autoriza a contratação de professor, segundo professor e monitor de educação infantil, de forma emergencial.

De acordo com a secretaria, o edital do processo seletivo simplificado será publicado ainda está semana e dará permissão para contratar profissionais nas mais diversas áreas, incluindo artes, inglês, educação física e monitores.

Na publicação constará informações da quantidade de vagas e todos os critérios de inscrição e seleção dos candidatos.

“Alguns questionamentos vão surgir, mas estamos trabalhando muito nesses dias para terminar o edital. Este seletivo terá a validade de 90 dias e será executado pela administração municipal assim que estiver pronto”, afirmou a secretária de Educação.

Em nota, o Governo detalhou que o novo processo será de caráter eliminatório e classificatório, serão observados os requisitos mínimos para a seleção da vaga. Os aprovados serão distribuídos nas escolas de todo o município.

 






14322344777940.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina e Jornal do Comércio