Projeto Sanitarista Junior leva alunos para visita técnica no frigorífico São João

06 Novembro 2018 13:49:00

A visita ocorreu no último dia 23, momento em que os pequenos também conheceram as normas sanitárias e de abate humanitário no manejo dos animais

SJI.jpg
Foto: Divulgação
“O objetivo da visita técnica é demonstrar na prática o conhecimento que as crianças obtiveram sobre inspeção e qualidade de produtos de origem animal na sala de aula, ligando assim a teoria com a prática”

O Projeto Sanitarista Junior, promovido pela Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc), levou alunos de São João do Itaperiú para uma visita técnica junto ao frigorífico São João. Dezessete alunos do 4º ano, da Escola Municipal Catulino Onofre Rosa, conheceram o processo de fiscalização, qualidade de abate de carnes bovinas.

A visita ocorreu no último dia 23, momento em que os pequenos também conheceram as normas sanitárias e de abate humanitário no manejo dos animais. O projeto Sanitarista Junior está na sua quarta edição no Estado e no município, contemplando mais de 90 escolas distribuídas em 42 municípios e mais de 7 mil alunos, cerca de 150, somente em São João do Itaperiú.

“O objetivo da visita técnica é demonstrar na prática o conhecimento que as crianças obtiveram sobre inspeção e qualidade de produtos de origem animal na sala de aula, ligando assim a teoria com a prática”, destaca a médica veterinária da Cidasc e responsável pelo projeto em São João do Itaperiú, Simone Senger.

As aulas, que envolvem saídas de campo, vídeos ilustrativos e contato direto com profissionais da área, ainda são estruturadas com o uso de material didático próprio, abordando temas como bem-estar animal, doenças e pragas, formas de prevenção e ações voltadas à preservação do meio-ambiente, otimização de recursos naturais, uso consciente de agrotóxicos, entre outros.

Em sala de aula, os alunos aprendem que as ações de defesa agropecuária, desenvolvidas e executadas pela Cidasc, visam garantir a manutenção da sanidade das populações vegetais e animais, a idoneidade dos insumos e dos serviços utilizados na agropecuária catarinense, bem como garantir a identidade higiênico-sanitária e tecnológica dos produtos agropecuários destinados aos consumidores.

Imagens






14322344777940.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina