Mineiro Hendle Santos fatura 3º Open Beach de Slackline

Ele superou o conterrâneo Darllyon Araújo (2º), o norte-americano vice-campeão mundial, Dylon Loysberg (3º) e o talento local, Henrique Pereira (4º) na etapa mundial da competição

Slack, Hendle - foto Cleiton Reinert.jpg
Foto: Cleiton Reinert
“Achei o nível da competição muito incrível"

O mineiro Hendle Santos foi o grande campeão do 3º Open Beach de Slackline, campeonato internacional da modalidade que movimentou as areias de Balneário Piçarras nos dias 10 a 12. Ele superou o conterrâneo Darllyon Araújo (2º), o norte-americano vice-campeão mundial, Dylon Loysberg (3º) e o talento local, Henrique Pereira (4º). Na categoria Amador, o grande destaque foi a paulista de Mongaguá, Paolla Almeida.

“Achei o nível da competição muito incrível. Tinha atletas muito bons, cada batalha foi fenomenal”, enalteceu o campeão, frisando que o título mostra sua evolução na modalidade. “Representa um pouco do que ando treinando e evoluindo a cada treino, aonde cada esforço está valendo mesmo a pena e começando 2020 com mais garra. Meu futuro no esporte é cada dia eu poder evoluir mais e poder levar alegria, felicidade e sorrisos das pessoas que assistem as competições”, completou.

A campeão Amadora valorizou sua conquista para popularização da prática entre as mulheres. “Entre as mulheres é uma modalidade muito nova, ainda está em crescimento. Mas, competir entre os homens faz com que o meu nível de aprendizado seja maior e minha dedicação mais intensa. Não vejo injustiça nas disputas”, resumiu Paolla, conhecida no meio do slackline como Lolla. Na etapa de Balneário Piçarras, quatro mulheres participaram na categoria amadora, incluindo uma francesa, norte-americana, russa e chilena.

Para o atleta e também organizador da competição, Henrique Pereira, o evento pode ser considerado um sucesso em todas as vertentes: promoção do esporte e incentivo ao turismo. “Foi uma competição de altíssimo nível, de padrão mundial e que colocou Balneário Piçarras em evidência. O público compareceu em peso nas finais mostrando a importância de eventos desta grandeza”, opinou o quarto colocado.

O evento teve como organizador a Slackline Industries Brasil, REA Slackline com apoio da Secretaria de Esportes e Secretaria de Turismo. “Foi um evento que chamou a atenção por sua beleza acrobática e audácia dos atletas, atraindo um ótimo público e enriquecendo nossa programação de verão”, frisa a secretária de Turismo, Susan Corrêa. “O slackline é oferecido na rede municipal de serviços esportivos e o Campeonato Mundial certamente vai motivar nossas crianças a ingressarem no esporte”, completou o secretário de Esportes, Fernando Manoel do Santos.

2º DESAFIO DE HIGHLINE ILHAS ITACOLOMI

As Ilhas Itacolomi, em Balneário Piçarras, serão novamente o cenário de muita adrenalina com o Highline (uma vertente do Slackline). Atletas irão realizar a travessia entre as duas ilhas – distantes 80 metros uma da outra – a 35 metros de altura sobre o Oceano Atlântico. A altura equivale a um prédio de 10 andares. O evento está marcado para às 10h do dia 16 de fevereiro.

Imagens





14322344777940.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina e Jornal do Comércio