Central de Compostagem receberá resíduos orgânicos em Balneário Piçarras

Resíduos serão transformados em composto orgânico para hortas públicas, recuperação de áreas degradadas e disponibilizado para população gratuitamente.

Central de Compostagem de Balneário Piçarras segue modelo de São Paulo - Foto Prefeitura de São Paulo.jpeg
Foto: Prefeitura de São Paulo
Central de Compostagem de Balneário Piçarras segue modelo de São Paulo

A partir deste ano, Balneário Piçarras se tornará a primeira cidade da região a oferecer uma destinação correta para o lixo orgânico e galhada produzidos no município. A criação da Central de Compostagem em até quatro meses estará devidamente instalada. A previsão é que sejam destinados corretamente cerca de 115 toneladas mensais de resíduos. Equipamento faz parte do Programa Recicla Aí.

A Central de Compostagem possui cerca de 2.300 m² e está sendo instalada no Bairro Nossa Senhora da Paz. O novo equipamento municipal irá trabalhar com o recebimento de material orgânico, como vegetais, legumes e alimentos em geral e a trituração de galhadas e restos de podas de jardim. Todo o lixo orgânico destinado a compostagem será transformado em composto orgânico (adubo) de alta qualidade.

O adubo será armazenado para a utilização nas hortas das Unidades Básicas de Saúde (UBS’s), Escolas Municipais, recuperação de áreas degradadas e também destinado a população. “Todo o resíduo se transforma em benefício para a cidade, através de compostos orgânicos, que serão distribuídos também para a população de forma gratuita, como meio de incentivo à participação do programa”, explicou o Presidente da Fundação do Meio Ambiente, Marcos Zaleski.

Atualmente, cerca de 45% de todo o lixo produzido em Balneário Piçarras que é destinado ao aterro é resíduo orgânico. “Hoje esse lixo vai para o aterro e contamina o solo de forma passiva. Nesse sentido, a Central de Compostagem busca resolver o problema de forma sustentável, encurtando a cadeia de destinação de resíduos e oferecendo um fim ambientalmente adequado ao lixo”, frisou Marcos.

Programa Recicla Aí

O Programa Recicla Aí, elaborado pela Fundema de Balneário Piçarras, foi contemplado com mais de R$ 2,7 milhões do Ministério do Meio Ambiente para a aplicação de uma série de atividades em torno da gestão sustentável de resíduos sólidos do município. O Ministério do Meio Ambiente apontou o projeto Recicla Aí, como melhor do Brasil na categoria.

Além da Central de Compostagem, o programa trará a instalação de 17 Ecopontos 24h, 200 novas lixeiras públicas com divisão em duas frações (reciclados e não reciclados), ampliação do serviço de Coleta Seletiva, aquisição de um novo caminhão que possibilita o recolhimento de resíduos recicláveis e orgânicos em compartimentos separados e implantação de projeto piloto de separação de resíduos sólidos domiciliares em três frações (orgânicos, recicláveis e rejeitos).

De acordo com Marcos, o programa colocará a cidade em um patamar diferenciado de sustentabilidade. “O Recicla Aí é um marco na história ambiental de Balneário Piçarras, elevando a gestão de resíduos sólidos urbanos da cidade. O programa, junto a inauguração de uma das mais modernas estações de tratamento de efluentes de Santa Catarina e a certificação Bandeira Azul, tornam o município referência em sustentabilidade”, finalizou.

Imagens






14322344777940.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina e Jornal do Comércio