Corpo de Bombeiro Militar de Balneário Piçarras terá nova sede

Projeto está em processo licitatório e a estimativa é que obra custe cerca de R$1 milhão

a5b3e1b3-627b-4140-8a1c-66e173487ab7.jpg

O início da futura nova sede do Corpo de Bombeiro Militar de Balneário Piçarras (CBMSC) está em fase de licitação. Com um custo estimado na casa de R$ 1 milhão, a sede da corporação será erguida na Rua Aurélio Solano de Macedo (Rua 559), no Centro, sendo que o primeiro passo está na contratação de empresa para desenvolver o projeto de engenharia e arquitetura.

A empresa vencedora da licitação promoverá a idealização do projeto, para posterior licitação e execução. A obra será custeada pelo Governo do Estado a partir das taxas recolhidas pelo CBMSC no município. " Temos uma economia de recursos de alguns anos, que nos possibilitam juntar parte desse montante, mas devemos contar com aportes do Estado", esclarece o Tenente, Ramon Phillipy Coelho.

Para acompanhar o desenvolvimento da região, a obra será modular, o que permitirá adaptações futuras em sua estrutura. "A ideia é de colocarmos em prática um projeto que atenda às necessidades atuais da corporação e possibilite fortalecer o laço com a comunidade, melhorando o serviço prestado e abrindo um espaço específico para o aprendizado, através de treinamentos abertos e atividades sociais", explica Coelho.

O terreno que sediará o novo quartel foi concedido pela Prefeitura Municipal de Balneário Piçarras em 2017, através do termo de Cessão de Uso de Imóvel. Além disso, a Prefeitura fará também o acompanhamento de toda a parte burocrática, atendendo os requisitos legais e dispondo de servidores para atuar no acompanhamento ao certame e posteriormente na construção e finalização da obra. 

DEFESA CIVIL SERÁ INCORPORADA

Além do convênio com o Governo do Estado, o Corpo de Bombeiros Militar estuda também a possibilidade de fazer um convênio com o Município para investir na obra. “A ideia é integrar os serviços do Corpo de Bombeiro Militar ao da Defesa Civil. Aí poderá haver também algum investimento do município para ajustar a estrutura”, explica o Tenente.

A incorporação da Defesa Civil municipal na nova sede facilitará o desenvolvimento do trabalho do Órgão. “A partir do momento em que estivermos socializando um espaço, acredito que as ações serão mais discutidas, melhor pensadas e melhor executadas. Teremos nossa equipe somando com a deles”, frisa a Coordenadora da Defesa Civil, Carla Krug. “Será muito positivo para o município, um engrandecimento fantástico para segurança pública, defesa civil e assistência humanitária em Balneário Piçarras”, finaliza.

Imagens







14322344777940.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina e Jornal do Comércio