Defesa Civil e Bombeiros seguem investigando suposto vazamento de gás

“Houve uma suspeita de vazamento de amônia, que é um gás super perigoso, mas nada se confirmou”, tenente dos Bombeiros Militares

FELIPE BIEGING, JORNALISTA
JP.jpg

A Defesa Civil de Balneário Piçarras e o Corpo de Bombeiros Militares seguem investigando a origem de um suposto vazamento de gás no município. Desde a noite do último dia 6, dezena de reclamações foram registradas nos mais variados canais de comunicação – relatando forte cheiro na região central e o bairro Nossa Senhora da Paz.

“Também estamos colhendo informações. A população pode contribuir, com dados mais certeiros possíveis”, declarou o tenente da Corporação Militar, Ramon Phillipy Coelho. “Sem o apoio da população, nesta situação, não descobriremos a origem do problema”, complementou, colocando o telefone 193 à disposição para denúncias.

Os Bombeiros receberam as primeiras reclamações entre às 21h e 22h do dia 6. Inicialmente, a suspeita era para o vazamento de amônia. “Houve uma suspeita de vazamento de amônia, que é um gás super perigoso, mas nada se confirmou”, confirmou o Tenente. “Fizemos rondas em empresas de pescas e postos de combustíveis e nada foi constatado”, acrescentou.

No dia 9, Defesa Civil de Balneário Piçarras e a Companhia de Gás de Santa Catarina (SCGÁS) realizaram uma vistoria técnica ao longo da malha de tubulação de gás que percorre a cidade. Nenhuma irregularidade foi localizada.   “A SCGÁS fará um relatório completo da vistoria, mas já adiantamos que acompanhamos a empresa nos trabalhos e não foi verificada nenhuma irregularidade”, confirmou o diretor de Defesa Civil, Leobertino da Rosa Miguel.

A vinda da SCGÁS culminou exatamente com o grande número de reclamações de moradores com relação ao cheiro de gás em diversos bairros. A Defesa Civil afirmou que seguirá investigando a origem do problema. “Estamos em parceria com os Bombeiros para saber de onde pode ter vindo isso. Estamos investigando para dar um parecer verdadeiro e correto para a população. Entraremos em contato também com a Defesa Civil e Bombeiros dos nossos municípios vizinhos e verificar se também houve alguma ocorrência desse tipo”, finalizou o Diretor.

Além de moradores de Balneário Piçarras, pessoas de cidades vizinhas também relataram sentir o cheiro. “Moro aqui na Santa Lídia (Penha), acabei de acordar com um cheiro forte de gás. Acordei assustado pensando que tinha deixado o gás aqui de casa ligado, nem liguei as luzes, fui me esbarrando em tudo até a cozinha, estava fechado, abri a janela está muito forte vindo da rua”, relatou um internauta.

Em outro relato, o internauta afirmou que o odor pode ter uma origem diferente. “Passando na ponte de Navegantes em direção a Piçarras estava o cheiro de gás muito forte ali naquela região. O cheiro forte permaneceu até o posto da Petrobras na BR já em Penha, depois dali começou a cessar. Então pode ser que o início do problema nem esteja em nossa cidade, peço que quem passar pela BR agora a noite repare se o cheiro persiste nessa mesma região ou se deslocou para outro ponto”, pediu.

 






14322344777940.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina e Jornal do Comércio