Ligações na rede ainda não estão autorizadas, alerta CASAN

29 Novembro 2017 08:39:52

Com a chegada do verão, CASAN reforça a orientação para que usuários de Balneário Piçarras ainda não liguem seu imóvel à rede coletora de esgoto

DJI_0020.JPG
Foto: Smart Films
A CASAN está investindo R$ 23,2 milhões somente nesta unidade

Com os proprietários de casas de veraneio em Balneário Piçarras chegando à cidade para preparar seus imóveis para a temporada de verão que se aproxima, a CASAN está reforçando o alerta de que ainda não devem ser feitas as ligações à rede coletora de esgoto que está instalada nas ruas. 

"Para que o esgoto dos imóveis seja coletado e tratado pela CASAN, todo o Sistema precisa estar concluído e operando, incluindo a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE). Caso o morador ligue seu imóvel à rede antes de ser autorizado pela CASAN, pode acontecer o refluxo do esgoto em sua casa e extravasamentos nas ruas, causando mau cheiro", explica o engenheiro fiscal da obra, Bruno Guimarães Oliveira.

Atualmente as equipes de trabalho estão revisando a pavimentação, Caixas de Inspeção (CIs) e Poços de Visita (PV's). "Após esse trabalho, será feita a lavagem de toda a rede coletora. Neste momento, caso algum morador tenha feita a ligação irregular, poderá ter prejuízos com um possível retorno do esgoto para dentro de sua residência", alerta o engenheiro. 

Situações de ligações irregulares devem ser denunciadas pelo telefone (47) 3345.0739, da Agência da CASAN em Piçarras; ou à empresa que foi contratada pela CASAN para executar a obra, a Itajuí Engenharia, pelo telefone (47) 3347.0317. Pessoalmente as denúncias podem ser feitas no escritório da Itajuí, situado, na avenida Sambaqui esquina com rua Arthur Colsani, no bairro Santo Antônio - atrás do Museu Oceanográfico da Univali; ou na Agência da CASAN, rua Albano Schultz, 61, no Centro.
Já foi concluído o assentamento da rede coletora em 130 ruas, numa extensão de 35 mil e 92 metros. Também foram executadas 2.550 ligações domiciliares - que só poderão serem conectadas aos imóveis com autorização da CASAN após o Sistema estar concluído e operando.

Foram assentados ainda 4.185,00 metros de emissários, que levarão o esgoto coletado até a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) que está sendo construída. Dessa rede falta apenas executar uma interligação na ponte do Rio Piçarras, na Avenida Getúlio Vargas.

A ETE está sendo construída no bairro Santo Antônio, às margens da BR-101. A CASAN está investindo R$ 23,2 milhões somente nesta unidade, que terá um dos mais completos sistemas de filtragem do esgoto doméstico do Estado.  A ETE de Balneário Piçarras contará com sistema de tratamento de nível Terciário, considerado o mais avançado, pois remove inclusive elementos como fósforo e nitrogênio. 

O Sistema de Esgotamento Sanitário de Balneário Piçarras representa um investimento de R$ 50,1 milhões, que vai garantir 47% de cobertura de tratamento de esgoto no município apenas nesta primeira etapa.


14322344777940.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina