Piçarrense está confirmada no programa MasterChef – A Revanche

Vanessa Vagnotti, que também é professora de dança do ventre, comanda a cozinha da própria risoteria em Balneário Piçarras.

Vanessa - Carlos Reinis-BAND.jpg
Foto: Carlos Reinis-BAND
O grande vencedor vai ganhar R$ 250 mil do Banco do Brasil,

A empresária piçarrense e nacionalmente conhecida, Vanessa Vagnotti, vai participar do programa "MasterChef – A Revanche", que estreia na próxima terça-feira, 15, às 22h45, na Band.  Vinte ex-participantes das seis temporadas irão participar de duelos um contra o outro e os dez vencedores seguirão para a grande final, nos moldes já conhecidos do programa. A partir do dia 18, a atração também irá ao ar às sextas-feiras, às 20h30, no Discovery Home & Health, com reapresentação às quartas-feiras às 20h30.

Vanessa, que também é professora de dança do ventre, comanda a cozinha da própria risoteria em Balneário Piçarras. Ela participou da terceira temporada (2016) do MasterChef e chamou atenção pelo seu tempero especial e sabor marcante de suas comidas. Foi eliminada no desafio pós apresentar um tortellini recheado com damasco e frutas secas.

Contudo, foi na competição que encontrou forças para tomar as rédeas do próprio destino e entregou-se ao sonho de ter um restaurante. Ela também protagonizou, com a chef Paola Carosella, um dos momentos mais emocionantes do programa ao cobrir a jurada com um lenço estampado com a bandeira do Brasil.

“Cozinheira de mão cheia, Vanessa defende a cozinha mágica feita com amor e quer voltar para o MasterChef – A Revanche para honrar tudo que a competição lhe proporcionou. Curiosa por natureza, viajou por 40 países e hoje aplica todas essas influências na sua cozinha. Usa e abusa de especiarias e temperos e acredita que esse seja seu grande trunfo dentro da competição”, definiu o Portal de Notícias da Band.

"Esta temporada tem provas super difíceis, mais ainda do que a temporada com cozinheiros profissionais", afirmou a jurada Paola Carosella em entrevista ao Portal da Band. "Eu acho que reproduzir o menu de dois chefs foi muito difícil, a do chocolate também. A prova de fermentação natural, então, foi terrível. Não sei como eles não perderam a cabeça", completou.

A jornalista, Ana Paula Padrão, seguirá na apresentação do programa. "Ao longo das temporadas, alguns participantes vinham com estratégias de jogo para se manter até a final: mantinham um nível mediano. Agora, isso não será possível. Eles vão ter de mostrar a que vieram desde o princípio", disse.

Todos os desafios seguem valendo prêmios. Os vencedores das provas individuais acumularão R$ 1 mil em compras no cartão Carrefour; já as mini provas e as provas coletivas valerão R$ 500 para os vencedores. Os dois finalistas ainda serão premiados com R$ 1 mil por mês, durante um ano, para fazer compras com o cartão Carrefour.

O grande vencedor vai ganhar R$ 250 mil do Banco do Brasil, um curso de técnicas tradicionais da culinária francesa no Le Cordon Bleu Rio de Janeiro, uma cozinha completa da nova linha Brastemp Gourmand, uma cozinha equipada com produtos da Tramontina e o troféu MasterChef – A Revanche.

COMO SERÁ

Segundo o Portal da BAND, o maior talent show de gastronomia do Brasil retorna à tela em um formato inédito. "Vai ser uma temporada muito emocionante desde o início porque desta vez a gente já conhece todos os personagens. É uma temporada curta, mas de torcida muito rápida", afirma a apresentadora Ana Paula Padrão.

O programa começará com 20 cozinheiros e 10 deles serão eliminados logo no primeiro episódio, que pela primeira vez contará com a participação de uma plateia, trazendo ainda mais emoção aos embates. O público vai acompanhar todos os movimentos dos competidores na cozinha, além de interagir com os jurados e ajudar a apresentadora Ana Paula Padrão na contagem final, que desta vez será feita em um relógio digital.

Uma prova nunca feita antes, de 24 horas de duração, desafiará os participantes. Eles terão que fazer três tipos de pães com fermentação natural, além de um prato para acompanhá-los. Em outro desafio grandioso, os competidores irão cozinhar na maior embarcação da Marinha brasileira, o Porta-Helicópteros Multipropósito Atlântico. Com mais de 200 metros de comprimento e tripulação de mais de 300 pessoas, o Atlântico é tão grande que tem capacidade para operar até sete helicópteros no convés e pode transportar cerca de 800 fuzileiros.

 

 

Imagens





14322344777940.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina e Jornal do Comércio