Servidores de Penha definem pauta de reivindicações a ser levada ao governo municipal

A principal solicitação dos trabalhadores já foi definida: uma revisão geral na tabela salarial, equiparando salários do município com demais cidades da região; Sindifoz prepara encontro com o Governo

Assembleia Geral - Penha - 09_05 (1).JPG
Foto: Divulgação
De acordo com os servidores, em várias funções os salários da categoria estão muito abaixo do praticado em prefeituras de cidades vizinhas

Os servidores de Penha estiveram reunidos na Câmara de Vereadores na noite da última quinta-feira, dia 9, para assembleia geral da categoria junto ao Sindicato dos Servidores Públicos Municipais da Região da Foz do Rio Itajaí (Sindifoz). Em pauta estiveram as reivindicações a serem levadas ao governo municipal pelo Sindifoz. A principal solicitação dos trabalhadores já foi definida: uma revisão geral na tabela salarial, equiparando salários do município com demais cidades da região.

De acordo com os servidores, em várias funções os salários da categoria estão muito abaixo do praticado em prefeituras de cidades vizinhas. Além disso, em alguns casos, profissionais contratados de empresas terceirizadas pelo município para exercer funções semelhantes recebem remuneração acima dos servidores efetivos, dividindo o mesmo local de trabalho.

Também entraram em debate os projetos de lei de criação do vale-alimentação para os servidores e regulamentação dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) ao piso nacional, que já tramitam na Câmara de Vereadores. Outro ponto reivindicado é a elaboração do novo estatuto dos servidores. A sua criação foi aprovada pela categoria em 2017, mas a dois anos o pleito se arrasta sem que o governo tenha apresentado qualquer minuta do documento aos servidores.

Ao fim do encontro, uma comissão de servidores foi formada na assembleia para participar de uma reunião a ser agendada pelo Sindifoz com o governo para apresentar a pauta de reivindicações.






14322344777940.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina e Jornal do Comércio