Aquiles pede autorização para empréstimo de R$ 20 milhões

Segundo o Governo, o valor será utilizado para “obras de pavimentação saneamento, urbanização, qualificação urbanística”; relação oficial de obras futuramente desenvolvidas não foi divulgada

FELIPE BIEGING, JORNALISTA
Aquiles.jpg
Foto: Victor Miranda | CVP
“Resolvemos recorrer a uma linha de crédito, tendo em vista que os governos do Estado e Federal, não sinalizam na liberação de recursos para essa área"

O prefeito de Penha, Aquiles José Schneider da Costa (MDB), enviou à Câmara de Vereadores projeto de lei solicitando autorização para contratar empréstimo de até R$ 20 milhões junto à Caixa Econômica Federal, na linha de crédito Finisa. Segundo o Governo, o valor será utilizado para “obras de pavimentação saneamento, urbanização, qualificação urbanística”. A votação do projeto deve acontecer na sessão ordinária da próxima segunda-feira, 9.

“Resolvemos recorrer a uma linha de crédito, tendo em vista que os governos do Estado e Federal, não sinalizam na liberação de recursos para essa área. A Caixa Econômica já deu o “aceite”, estando assim bem encaminhada a nossa solicitação”, explicou o prefeito em postagem em sua rede social. A listagem de obras, contudo, não foram anunciadas oficialmente pelo Governo.

No parlamento, há a possibilidade de vereadores solicitarem que o Governo Municipal detalhe com maior riqueza quais obras serão realmente desenvolvidas – a exemplo do que ocorreu com pedido semelhante do prefeito de Balneário Piçarras. “Acredito que ninguém (vereadores) será contra o projeto, até porque, com esse dinheiro, vamos poder pavimentar dezenas de dezenas de ruas, nos quatro cantos da nossa cidade”, acrescentou Aquiles.

Em nota oficial, a Prefeitura citou que “nosso objetivo é basicamente desenvolver obras de pavimentação, ampliando os 17 quilômetros já pavimentados, e estimamos chegar a 30 quilômetros até o final da gestão”. Como garantia de pagamento, a Prefeitura de Penha colocou o Fundo de Participação dos Municípios (FPM). “Por isso a maior facilidade e celeridade para acessar essa linha de crédito”, explica em nota.

A previsão de liberação do valor se dará em cinco parcelas de R$ 4 milhões. Os R$ 20 milhões serão pagos em 96 meses, com prazo de carência de 24 meses. Ao final do financiamento, que tem parceladas iniciadas em R$ 383.733,33 e finalizadas em R$ 210.160,42, a Administração Municipal terá pago R$ 8.506.900,00 de juros – segundo a projeção assinada pelo gerente de relacionamento da Caixa Econômica.

 





14322344777940.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina e Jornal do Comércio