Vice-prefeito de Penha renuncia ao salário e confirma volta ao Banco

23 Dezembro 2018 23:02:30

Lindomar Schulle (PSD), anunciou voltará as suas atividades profissionais no Banco do Brasil e por conta disto vai abrir mão do salário do cargo; ele pede a doação dos valores a entidades

Lindomar.jpg
Foto: Felipe Bieging
“Não estou renunciado ao cargo de vice-prefeito. Estou sim, abrindo mão do salário”

O vice-prefeito de Penha, Lindomar Schulle (PSD), anunciou voltará as suas atividades profissionais no Banco do Brasil e por conta disto vai abrir mão do salário do cargo. A decisão foi confirmada por meio de vídeo e já comunicada ao prefeito, Aquiles Josés Schneider da Costa (MDB), com pedido para que seu salário seja doado a instituições filantrópicas.

“Não estou renunciado ao cargo de vice-prefeito. Estou sim, abrindo mão do salário”, confirmou Lindomar, detalhando ainda que a decisão passa a ter validade a partir de 2 de janeiro. Atualmente, o vice-prefeito de Penha recebe, sem os descontos, R$ 7.200,00. “Foi uma decisão pensada. Seguirei ao lado do povo”, completou.

Seu afastamento do banco se deu ao longo do processo eleitoral de 2016. Assim que assumiram a Prefeitura, Aquiles e Lindomar chegaram a ter gabinetes ladeados. Contudo, a relação se desgastou rapidamente e o vice-prefeito acabou, inclusive, deixando seu gabinete para outros assessores de Aquiles.

Em maio deste ano, Lindomar deixou o PSC – partido de apoio à Aquiles – para se filiar e assumir a presidência do PSD. Nos bastidores, a troca também marcou oficialmente o afastamento do vice-prefeito com o prefeito. Uma polêmica marcou a exoneração da esposa de Lindomar, Elisama Freitas, da secretária de Saúde. Ela acusou o Governo de instalar câmeras escondidas em sua sala, fato que gerou grande desconforto entre prefeito e vice. O caso ainda está sendo investigado.

Imagens

Vídeos

LINDOMAR CONFIRMA RENÚNCIA DE SALÁRIO






14322344777940.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina