1º Encontro de Benzedeiras, Benzedores e Rezadeiras é marcado por relatos emocionantes

26 Novembro 2018 15:02:55

Dezoito pessoas participaram da roda de conversa e discursaram para um público de 130 pessoas

Encontro Benzedeiras (22).jpg
Foto: Divulgação
“Eu sou uma negra que nasceu em uma sexta-feira santa, predestinada”,

Relatos de emocionantes vivências marcaram o 1º Encontro Regional de Benzedeiras, Benzedores e Rezadeiras, realizado na tarde de quarta-feira, 21, no Centro Cultural Luiz Telles, em Balneário Piçarras. Dezoito mulheres participaram da roda de conversa e discursaram para um público de 130 pessoas, em evento voltado ao resgate e manutenção da cultura popular.

“Meu avô era benzedor e eu estava sempre muito perto dele, um contato muito próximo. Eu benzo com muita fé em Deus”, relatou a piçarrense Dona Nina, que inclusive tem um livro lançado e que aborda a temática. O Encontro Regional foi promovido pela Secretaria de Saúde e Fundação de Cultura, tendo ainda o apoio do Sebrae. “Era um sonho pessoal promover esse evento”, definiu a naturológa da Saúde, Priscilla Cardoso Jorge.

Dona Dica, de Barra Velha, revelou benzer desde os 20 anos, estimulada pela mãe – que também era benzedeira. “A primeira criança que eu benzi foi minha afilhada. Ela estava no hospital há 21 dias, internada. Com três benzimentos, ela ficou curada. Depois disso eu nunca mais parei, como minha mãe já previa”, compartilhou. As histórias pessoais, na visão da presidente da Fundação de Cultura, Silvana Rebello, mantém a história viva.

“O intuito é justamente o resgate desta cultura que está morrendo. Temos que fazer algo para nossos filhos e nossos netos tenham o conhecimento desta prática”, discursou na abertura do evento. Um dos momentos mais marcantes veio no relato de Dona Luiza, espírita e benzedeira de Balneário Camboriú com 102 anos de idade (segundo seus documentos pessoais). O público ouviu atento os dizeres da experiente senhora, que garante ter 120 anos de vida.

“Eu sou uma negra que nasceu em uma sexta-feira santa, predestinada”, relatou. Muito procurada na região, ela relata a essência de seus trabalhos. “Eu faço a caridade e a bondade. Deus quer o bem, quer que curemos, não destruamos”, complementou Dona Luiza, que trajava roupas típicas de sua religião. A secretária de Saúde de Balneário Piçarras, Bruna Emanuela Machado, também participou do evento.

Ela observou a realização do Encontro – que reuniu pessoas de Florianópolis, Balneário Camboriú, Balneário Piçarras, Penha, Navegantes e Barra Velha – como algo de extrema importância ao estímulo de novas práticas que vem sendo implantadas no Sistema Único de Saúde. “Além de manterem a cultura viva, mostram a importância de tratamentos por meio de plantas medicinais”, analisou.

Roda de conversa (trocas e compartilhamentos), conversa sobre Cultura e Saúde, apresentação cultural, detalhamento das plantas medicinais e um chá da tarde estiveram na programação do evento, que vai ao encontro justamente de políticas públicas relacionadas à Política Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos, das Práticas Integrativas Complementares e Educação Popular em Saúde.

"O valioso conhecimento tradicional associado ao uso de plantas medicinais é capaz de ajudar na qualidade de vida da população”, finalizou a naturóloga, Priscilla, que desenvolve um intenso trabalho na cidade. O prefeito em exercício, Flávio Tironi (PSD), também falou no evento, recordando-se de uma experiência. “Minha falecida mãe, que se foi com 84 anos – vítima de um infarto fulminante – foi curada por uma benzedeira”.

A Secretaria de Saúde e a Fundação de Cultura, adiantaram ainda, que pretendem manter contato com essas benzedeiras, com intuito de resgatar os saberes populares e promover as trocas de conhecimentos entre eles. Todas as fotos do evento estão no disponíveis no www.flickr.com/photos/balnpicarras.

 

INSCRITOS

- Luiza Moreira (102 anos)

Contato: 47 3050.1602

Balneário Camboriú

 

- Beatriz Mehler Bauer (51 anos)

Contato: 47 9 9216.3611

Penha

 

- João Manoel Claudino (82 anos)

Contato: 47 9 9164.4840

Balneário Piçarras

 

- Maria Marlene Aurélio (79 anos)

Contato: 47 3345.6789

Penha

 

- Aracir de Melo (73 anos)

Contato: 47 9 9142.0767

Navegantes

 

Onélia da Cruz Batista (80 anos)

Contato:  47 9 9105.1795

Balneário Piçarras

 

- Delfina Francisca (65 anos)

Contato:  47 9 9923.175

Balneário Piçarras

 

- Edivirges Machado Borba (85 anos)

Contato: 47 3345.2296

Balneário Piçarras

 

- Olga Jordina Vicente (66 anos)

Balneário Piçarras

 

- Maria Melo de Borba (76 anos)

Contato: 47 3345.3193

Balneário Piçarras

 

- Evanilde Haag (64 anos)

Contato: 47 9 9223.6116

Penha

 

- Bernardete Santana de Souza (70 anos)

Contato: 47 9 8404.4116

Balneário Piçarras

 

- Irma Furlani (88 anos)

Contato: 47 9 8437.0976

Balneário Piçarras

 

- Altair de Oliveira Coelho (79 anos)

Contato: 47 3456.3530

Barra Velha

 

- Laura Benedito Serafim (72 anos)

Contato: 47 9 9910.4205

Barra Velha

 

- Alaide Carvalho dos Santos (56 anos)

Contato: 47 9 9142.2334

Balneário Piçarras

 

- Dalci de Borba (76 anos)

Contato: 47 3345.2019

Balneário Piçarras

 

- Ladir Duarte (63 anos)

Contato: 47 9 9787.3674

Balneário Piçarras






14322344777940.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina