Balneário Piçarras prepara 1º Encontro de Benzedeiras, Benzedores e Rezadeiras

02 Outubro 2018 09:06:44

“Já temos conhecimento sobre algumas e vamos fazer uma visita para realizar o convite”, adiantou a presidente da Fundação, Silvana Rebello.

benzedeira 2.jpg
Foto: Divulgação
“O benzimento é um costume antigo e está no dicionário. Benzer vem do latim bene dicere, que significa bem dizer"

A Secretaria de Saúde e a Fundação de Cultura de Balneário Piçarras promovem no dia 21 de novembro, o 1º Encontro Regional de Benzedeiras, Benzedores e Rezadeiras. O intuito do evento é enaltecer o conhecimento popular do uso de plantas em tratamentos alicerçados na fé.

“O benzimento é um costume antigo e está no dicionário. Benzer vem do latim bene dicere, que significa bem dizer.  Dizer bem de alguém e fazer o bem. A Organização Mundial da Saúde (OMS) já admite a questão espiritual e existe muito estudo sobre espiritualidade na prática clínica”, definiu a naturóloga da Saúde, Priscilla Cardoso Jorge.

O encontro será às 14h, no Centro Cultural Luiz Telles. Até lá, os organizadores estão convidando pessoalmente as benzedeiras. “Estamos em um trabalho de busca para localizar essas pessoas. Já temos conhecimento sobre algumas e vamos fazer uma visita para realizar o convite”, adiantou a presidente da Fundação, Silvana Rebello.

Roda de conversa (trocas e compartilhamentos), conversa sobre Cultura e Saúde, apresentação cultural, detalhamento das plantas medicinais e um chá da tarde estão na programação do evento, que vai ao encontro justamente de políticas públicas relacionadas à Política Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos, das Práticas Integrativas Complementares e Educação Popular em Saúde.

"O valioso conhecimento tradicional associado ao uso de plantas medicinais é capaz de ajudar na qualidade de vida da população”, reforçou Priscilla, que desenvolve um intenso trabalho na cidade. “Para integrar a medicina tradicional e terapias complementares, estão novamente as plantas medicinais”, completou.

Num pensamento mais cultural, Silvana enaltece que o evento é “um encontro de saberes populares, em que precisamos valorizar a cultura tradicional, fomentar as trocas de experiências e reconhecer os conhecimentos da saúde popular”, finalizou. O encontro será gratuito e aberto ao público em geral.

Imagens






14322344777940.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina