Barra Velha promove campanha para cadastro de doação de medula óssea

A campanha está marcada para o dia 22 de fevereiro, com saída do transporte às 13h30 de todas as Unidades Básicas de Saúde do município para o HEMOSC de Joinville

1012443681-medula-ossea.jpg
“O sague coletado será arquivado no Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (REDOME)"

Em alusão ao fevereiro laranja, campanha que combate a Leucemia, a Secretaria de Saúde de Barra Velha promove mutirão de cadastro para doação de medula óssea. A campanha está marcada para o dia 22 de fevereiro, com saída do transporte às 13h30 de todas as Unidades Básicas de Saúde do município. O cadastro será realizado no Hemocentro de Santa Catarina (HEMOSC), em Joinville, onde será feita a coleta de 5ml de sangue de cada doador.

Segundo a Secretaria, “o procedimento não é doação de sangue, e sim um cadastro para a doação de medula óssea, tecido responsável pelo desenvolvimento das células sanguíneas como glóbulos brancos, glóbulos vermelhos e plaquetas”.

“O sague coletado será arquivado no Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (REDOME) e, caso um paciente necessite de transplante, o órgão entrará em contato com pessoas compatíveis para que a doação de medula seja feita", explica a enfermeira coordenadora da Atenção Básica, Renata Santos de Oliveira.

Interessados em realizar o cadastro devem ter entre 18 e 55 anos de idade, estar em bom estado de saúde, não ter doença infecciosa transmissível pelo sangue e não apresentar histórico de doença neoplásica (câncer), hematológica ou autoimune (como lúpus eritematoso sistêmico e artrite reumatoide).

Imagens






14322344777940.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina e Jornal do Comércio