Itajaí localiza 144 escorpiões na orla da Praia Brava

Os escorpiões presentes na orla da praia são da espécie Tityus serrulatus, conhecidos como escorpiões amarelos. Nenhum acidente foi registrado no local até o momento.

siteReduz o número de escorpiões encontrados na Praia Brava_104212-Fotógrafo(a) _ Marcos Porto _ Arquivo Secom.jpg
Foto: Marcos Porto
“Tivemos uma queda significativa no número de escorpiões

A Vigilância Epidemiológica de Itajaí divulgou relatório nesta quarta-feira, 7, afirmando que 144 escorpiões foram localizados na orla da Praia Brava, após 53 vistorias. O número, apesar de elevado, é 54% menor em comparação com o mesmo período do ano passado, quando em 58 ações de vistoria 316 animais foram localizados na mesma região.

“Tivemos uma queda significativa no número de escorpiões e podemos atribuir este declínio às obras realizadas no gabião”, explica a médica veterinária da Vigilância, Ana Paula dos Santos Codagnoni. A obra de fechamento do gabião próximo ao quiosque e ao posto de guarda-vidas 12, em novembro, é uma das responsáveis pela diminuição do aparecimento dos animais.

Os escorpiões presentes na orla da praia são da espécie Tityus serrulatus, conhecidos como escorpiões amarelos. Nenhum acidente foi registrado no local até o momento.

Neste ano, a equipe também ampliou a área de coleta dos escorpiões até próximo a saída da avenida Carlos Drummond de Andrade. O gerente do Núcleo de Controle de Zoonoses de Itajaí, Lúcio Vieira, afirma que, além da ampliação, o Município está reforçando a equipe de busca com mais quatro servidores para atuação noturna.

“O objetivo é atingir mais áreas com presença de escorpiões e intensificar o trabalho de monitoramento”, ressalta Vieira. O monitoramento da Secretaria de Saúde de Itajaí é feito semanalmente na praia,

Cuidados

Além da Praia Brava, existem outros pontos da cidade com a presença dos animais. A Secretaria de Saúde recomenda que a população evite o acúmulo de lixo, entulhos ou madeira, pois isso pode contribuir para proliferação do escorpião, já que ele encontra alimento nestes locais, como baratas e pequenos insetos. Também orienta a verificar o local onde está estendendo a toalha na praia, sacudir as toalhas antes de guardá-las e procurar não ficar próximo aos locais com entulhos.

Caso aviste algum escorpião na praia ou em outro ponto da cidade, entre em contato com a Vigilância Epidemiológica pelos telefones (47) 3249-5572 ou 3249-5571, para que uma equipe vá ao local verificar a situação. Nos casos de acidentes, a orientação é procurar as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) ou os hospitais da cidade o mais rápido possível.

Imagens





14322344777940.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina e Jornal do Comércio