Prefeitura de Penha vai reassumir atendimentos do P.A 24h

A terceirização, entretanto, continuará para a contratação dos médicos que irão atuar no P.A 24h

Pronto Atendimento Penha (7).JPG
Foto: Felipe Bieging
“Continuaremos com a mesma quantidade de médicos

A Prefeitura de Penha informou que a partir de 1º de outubro, o Pronto Atendimento 24h voltará administrado pela Secretaria de Saúde. “O governo Municipal decidiu pela rescisão do contrato devido a obtenção de recursos junto à área da saúde que não poderiam ser aplicados no pronto-atendimento se ele estivesse terceirizado”, informou a Prefeitura, em nota oficial. O rompimento do contrato com o Instituto Santa Clara foi confirmado após reunião realizada na semana passada.

O secretário de Governo, Luiz Eduardo Bueno, afirmou na nota que “o governo municipal conseguiu articular diversas emendas parlamentares que darão um suporte importante para o financiamento da rede pública municipal de saúde. No entanto, esses recursos vinculados não podem ser utilizados num serviço de gestão plena terceirizada como estava o pronto-atendimento, e como a prioridade do prefeito é utilizar os recursos próprios para obras de infraestrutura, em prol de utilizar esses recursos vinculados da saúde foi decidido reverter a terceirização da gestão do P.A.”.

A terceirização, entretanto, continuará para a contratação dos médicos que irão atuar no P.A 24h – assim como ocorre com a contratação de médicos especialistas. “Continuaremos com a mesma quantidade de médicos, enfermeiros e técnicos, sempre com o projeto de ampliar o quadro de atendimento conforme a necessidade e condições da prefeitura”, apontou a secretária de Saúde, Regiane Basso, na nota oficial enviada à imprensa.

A mudança não irá alterar o formato de atendimento, como o sistema de atendimento por classificação de risco, avaliação da qualidade de atendimento, raio x e exames laboratoriais 24h. “Era preciso ampliar o atendimento da população, e a contratação de funcionários era limitada pela lei de responsabilidade fiscal, por isso a terceirização foi um caminho encontrado para buscar esse melhor atendimento”, confirmou Eduardo.





14322344777940.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina e Jornal do Comércio