Adjori/SC
VIA ARTERIAL – O QUE É ISSO?
Wilmen Vieira
Imbituba
30/11/2011 13:45:27
habilitando.wilmenvieira@gmail.com

Você já viu aqui nas semanas anteriores os limites de velocidade em rodovias, estradas e a punição para quem desrespeita os limites estabelecidos, além de conhecer sobre as tolerâncias utilizadas na fiscalização. Nesta semana o assunto é velocidade nas vias urbanas.
O Código de Trânsito Brasileiro chega a ser engraçado em algumas partes, e olha que muitos o elogiam e o consideram um Código moderno. A verdade é que não devem conhecê-lo efetivamente! A parte que trata dos limites de velocidade em vias urbanas é uma daquelas que não tem sentido prático algum.  Serve só para cair em prova do Detran ou em concursos.
Você sabe o que é uma Via de Trânsito Rápido? E Arterial, Coletora e Local? Estas são as vias urbanas estabelecidas no Código.
A Via de Trânsito Rápido é uma via digamos especial que não possui cruzamentos em nível, nem travessias de pedestres, tem acessos especiais, não tem acesso direto aos lotes lindeiros (imóveis ao longo da via), ou seja, são vias que não encontramos por aqui. Como exemplos, há a Avenida Brasil no Rio de Janeiro, a Marginal Pinheiros em São Paulo e outras poucas por aí.
Mas por que você teria que saber o que é, ou onde há, Via de Trânsito Rápido ou arterial?
Porque assim como faz para as vias rurais (estradas e rodovias) o Código determina o limite de velocidade nas vias urbanas quando não há sinalização. Então quando você está transitando por uma rua, avenida na sua cidade e não há placas de regulamentação de velocidade, você teria que identificar o tipo de via para saber qual é o limite máximo permitido.
Assim, se estiver lá no Rio de janeiro na Avenida Brasil e não houver placa de limite de velocidade, sendo ela uma Via de Trânsito Rápido, você poderia transitar até 80 Km/h, independente do veículo que esteja conduzindo. Quando estiver numa via arterial o limite será de 60 Km/h. Numa Coletora o limite é de 40 Km/h. Na Local de 30 Km/h.
 Agora perceba que se é difícil, quase impossível, para o condutor da própria cidade saber se a via é uma ou outra, quanto mais para aquele que é de outro lugar. Impossível! Arrisco dizer que se o cidadão questionar qualquer autoridade de trânsito a respeito das vias do município, quase nenhuma saberá defini-las.
Então, para o condutor descobrir se a via que ele está é uma ou outra só se houvesse uma placa dizendo, por exemplo: “ESTA É UMA VIA ARTERIAL”.
Sem dúvida que seria muito mais fácil colocar a placa de limite de velocidade, porque se tivesse uma rua com aquela placa informando qual a via, a maioria, senão a totalidade não saberia nem do que se trata.
Como eu disse na semana passada, no caso de existir a sinalização e a respectiva fiscalização, também nas vias urbanas há a tolerância de 7 Km/h no caso de velocidade até 100 Km/h ou 7% para velocidades superiores.
Procure sempre conduzir em velocidade compatível com o local seja para evitar multas, ou o mais importante, para evitar acidentes. Se isso não lhe convencer, adianto que o agente de trânsito pode autuar um condutor mesmo sem utilizar o radar. Mas isso é assunto para próxima semana.
 

Ver comentários
Escrever comentários