O TEMPO SITE 10 09 2017 EXATO.jpg

Animais de alta qualidade estão em exposição no setor de ovinocultura da EFAPI 2013

O maior criador de ovelhas de Santa Catarina prevê ótima comercialização do setor

Público aprecia os animais geneticamente melhorados e as demais raças em exposição


 

Animais geneticamente melhorados e outras raças são os atrativos do setor de ovinocultura da Exposição-feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Chapecó (EFAPI 2013), que prossegue até domingo (13), no parque de exposições Tancredo de Almeida Neves, em Chapecó.

Os visitantes poderão conhecer aproximadamente 110 animais das raças Texel, Dorper, White Dorper, Ile de France, Santa Inês, Suffolk e Texel naturalmente colorido.

De acordo com o presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Ovinos Leiteiros (ABCOL), Erico Tormen, os animais no espaço destinado à exposição e comercialização são para corte e produção de leite. “O objetivo é mostrá-los aos visitantes e, principalmente, para as crianças que ficam encantadas”, complementou.

Participam do setor de ovinocultura 14 criadores dos municípios de Abelardo Luz, Água Doce, Bom Retiro, Concórdia, Chapecó, Fraiburgo, Lages, São Miguel do Oeste e Treze Tílias.

Os animais em exposição são de primeira qualidade e em sua grande maioria possuem registro. De acordo com Tormen, os valores por animal devem variar entre R$ 1.000 a R$ 10.000 mil, dependendo da espécie e qualidade.

O maior criador de ovelhas de Santa Catarina está expondo 16 animais na EFAPI 2013. O proprietário da Cabanha Lagoas do Horizonte, Osvaldo Chaves Lima, do município de Água Doce, possui uma propriedade com 400 hectares, aproximadamente 4 mil ovelhas e 300 cabeças de gado. Lima investe em  pastagens para os animais, produz com genética, tem dois funcionários exclusivos que trabalham no manejo do rebanho e mais dois auxiliares no período da tosa.

A expectativa do criador é vender todos os animais que trouxe para a exposição, uma vez que possui muitos clientes na região de Chapecó. “Temos que incentivar a criação de ovinos porque o Estado tem um excelente potencial, pois é uma criação de alta rentabilidade que se enquadra em pequenas áreas: onde criamos uma cabeça de gado, podemos manter oito ovelhas”, exemplificou Lima.

 

 

Imagens




Menu

Contatos