Educação

Alunos da EEF Sagrado Coração de Jesus se destacam na Olimpíada Brasileira de Matemática

Há dois anos nossa escola recebe premiação por ter um número significativo de destaques

SDR Canoinhas
Equipe da escola com alunos medalhistas da OBMEP em 2014.JPG

A Escola de Ensino Fundamental (EEF) Sagrado Coração de Jesus, em Canoinhas, vem se destacando a dez anos nas participações das edições da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP). Nesse ano, 30 alunos da escola foram classificados para a segunda fase da OBMEP, que aconteceu no sábado, 12 de setembro. A instituição de ensino participa desde a primeira edição, em 2005.

A supervisora escolar Maria Jociane Woitexen conta que todos os anos alunos recebem menção honrosa ou medalhas. “Nossos alunos já receberam medalhas de ouro, prata e bronze”, destaca. O diretor da instituição, James Brey, ressalta que os professores também são premiados. “Há dois anos nossa escola recebe premiação por ter um número significativo de destaques.

Em 2014 a EEF Sagrado Coração de Jesus foi a única escola premiada da região e recebeu três medalhas de bronze, com os alunos Elian Gustavo Chorny Babireski, Mateus Seleme Brehmer e Vinicius Todt. Também recebeu certificados de Menção Honrosa para os alunos Anari Pereira Pieczarka, Ewaldo Whlmann Junior e Jonatan Elian Sabatke dos Santos. Os alunos que receberam a medalha no ano passado participam do Programa de Iniciação Científica, que está sendo realizado gratuitamente ao longo desse ano, na EEB Santa Cruz..

Para a supervisora da escola, o bom resultado na OBMEP vem da escola investir na capacitação dos professores e na aquisição de material didático. “Nossa escola tem um espaço para o Laboratório de Matemática, que está sendo constantemente aprimorado”, destaca Maria Jociane.

A instituição também oferece aos alunos que apresentam dificuldade de aprendizagem na matemática, a participação no Programa Novas Oportunidades de Aprendizagem (PENOA), que é realizado pela Secretaria de Estado da Educação.

As professoras de Matemática responsáveis pela OBMEP na escola são Joelma Aparecida Medeiros do Nascimento, Marinês Maria Maiéski Kaschuk e Leocádia Wolsk.

“Vamos aguardar o resultado final desse ano que será divulgado no final do mês de novembro, e continuamos acreditando no potencial de nossos alunos e profissionais que aqui atuam”, conclui o diretor James.

 

Alunos da EEF Sagrado Coração de Jesus classificados na 2ª fase da OBMEP desse ano

Amanda Carolina Leithold – Ana Beatriz Niepcue – Ana Flávia de Souza Rosa – Anari Pereira Pleczarka – Bruna Taiana Zoerk Muhlmann – Bruno Gielinski – Camila Tochetto – Diego Vozniak dos Santos – Elian Gustavo Chorny Babireski – Gabriel Soek Ricardo de Jesus – Helen de Fátima de Oliveira Fin – João Vitor de Oliveira Fuck – Jonatan Elian Sabatke dos Santos – Julia Beatriz Pickisius – Kaue Rian Kaschuk – Lara Calina Caetano – Luana Stelzner Tavares – Lucas Piechontcoski Bento – Luis Felipe Borges – Marcos Vinicius Bigas – Maria Luana Hoppe Sabatke – Marina do Couto de Souza – Mateus Seleme Brehmer – Matheus Rocha – Pedro Mogatz – Rafal de Andrade Maffezoli – Rafaela Soares Bueno – Victor Augusto da Silva Eggers – Vinicius Todt – Willian Rovea.

 

 

Sobre a OBMEP

A Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas é uma atividade do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA).Iniciada em 2005, a OBMEP é promovida com recursos do Ministério da Ciência e Tecnologia e Inovação (MCTI) e do Ministério da Educação (MEC).

 

Classificaram-se para fazer a 2ª fase da prova 888.822 alunos de mais de 42.312 escolas de todo o país, sendo 280.136 alunos do nível um (6º e 7º do Ensino Fundamental); 262.718 alunos do nível 2 (8º e 9º anos do Ensino Fundamental); e 345.968 mil alunos do nível 3 (1º, 2º e 3º anos do Ensino Médio).

 

A correção será realizada em duas etapas – a primeira, regional, por professores universitários indicados pela coordenação da Olimpíada, e a segunda, nacional, por um grupo de professores supervisionado pelo comitê de provas da OBMEP.

 

A divulgação dos resultados acontece no dia 27 de novembro. Serão divulgados os premiados da OBMEP 2015, sendo 6.500 medalhistas (500 medalhistas de ouro, 1.500 medalhistas de prata e 4.500 medalhistas de bronze) e cerca de 46.200 ganhadores de menções honrosas.

Os 6.500 medalhistas serão convidados a participar do Programa de Iniciação Científica (PIC 2015), que será realizado ao longo de 2016. Também serão premiados professores, escolas e secretarias de educação de municípios que se destacarem em virtude do desempenho dos alunos.

 

A OBMEP tem se mostrado uma ferramenta muito útil no ensino de uma disciplina considerada difícil por todos. Quando bem aproveitada, além de contribuir para o futuro aumento do número de profissionais qualificados nas áreas de ciências exatas e engenharias no país, a Olimpíada promove um aprendizado satisfatório para os alunos de uma escola ou de uma comunidade.

 

OBMEP 2015 - Foram inscritos na OBMEP 2015 17.972.333 alunos de 47.580 escolas, localizadas em 5.538 municípios (99.48 % do total). A prova da 1ª fase, realizada no dia 2 de junho, foi composta de 20 questões objetivas (múltipla escolha) e aplicada nas próprias escolas.

 

* Na foto, da (esquerda para direita): Arlete Maria Wunsche, aluno medalha de bronze em 2014 Mateus Seleme Brehmer; diretor James Luis jBrey, aluno medalha de bronze em 2014, Vinicius Todt; e professora de matemática, Joelma Medeiros do Nascimento.

 


lllll.jpg

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina