+ ECONOMIA

mais ECONOMIA

31 Julho 2016 14:54:32

Coluna semanal com o comportamento do mercado

Redação
PG 06 - Economia.jpg
Fechando as Contas

Saia do Cheque Especial

A taxa de juros do cheque especial continuou subindo em junho. De acordo com dados do Banco Central (BC), divulgados na quarta-feira (27), a taxa do cheque especial aumentou 4,7 pontos percentuais de maio para junho, quando chegou a 315,7% ao ano. Essa é a maior taxa da série histórica do BC, iniciada em julho de 1994. Em 2016, a taxa do cheque especial subiu 28,7 pontos percentuais em relação a dezembro de 2015, quando estava em 287% ao ano. Já taxa de juros do rotativo do cartão de crédito caiu 0,6 ponto percentual de maio para junho. Mesmo assim, continua sendo a mais cara entre as pesquisadas pelo BC. Em junho, ficou em 470,9% ao ano.

Menos Crédito

A retração da atividade econômica, o aumento das taxas de juros, a falta de confiança e a queda do dólar levam à redução do saldo do crédito no país. De acordo com dados do Banco Central (BC), divulgados quarta-feira (27), o saldo de todas as operações de crédito concedido pelos bancos caiu 0,5%, em junho e 2,8%, no ano. No mês passado, o saldo ficou em R$ 3,130 trilhões. O valor corresponde a 51,9% de tudo o que o país produziu – Produto Interno Bruto (PIB) – ante o percentual de 52,5% registrado em maio deste ano. Segundo o chefe do Departamento Econômico do BC, Tulio Maciel, famílias e empresas estão evitando se comprometer com empréstimos, devido à redução da renda gerada pela retração da atividade econômica. Outro fator é o aumento do custo do crédito. Maciel também citou a queda do dólar de cerca de 18%, no primeiro semestre. A cotação da moeda tem influência sobre empréstimos vinculados ao dólar, como modalidades de crédito do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Menos Casas Próprias

O financiamento imobiliário com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo caiu 49,5% de janeiro a junho deste ano, em comparação com o primeiro semestre do ano passado, atingindo R$ 22,6 bilhões. Nos últimos 12 meses, os empréstimos somaram R$ 53,4 bilhões, com queda de 48,9% sobre os 12 meses imediatamente anteriores. Segundo levantamento da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), em junho, o montante cresceu 9,5% sobre maio com R$ 4,3 bilhões. No entanto, mas comparado a junho de 2015, houve recuo de 27,3%.

PIS/PASEP

Um novo prazo para os trabalhadores que não conseguiram sacar o abono salarial do PIS/Pasep ano-base 2014 começou ontem, 28. O período de saque será de um mês e termina no dia 31 de agosto. PIS/Pasep é a sigla do Programa de Integração Social e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), que são contribuições sociais devida pelas empresas. A prorrogação para os trabalhadores que perderam o prazo foi anunciada no início do mês pelo ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira.

13º APOSENTADOS

Decreto publicado no Diário Oficial da União na segunda-feira (25) garante a antecipação do abono anual (13º salário) referente a 2016 a aposentados e pensionistas da Previdência Social. As parcelas serão pagas em agosto e em novembro. A medida é assinada pelo presidente interino Michel Temer. De acordo com o decreto, a primeira parcela corresponderá a até 50% do valor do benefício e será paga junto com o benefício a ser concedido em agosto. O restante (a segunda parcela) tem previsão de ser pago em novembro, com os benefícios correspondentes àquele mês.

 



lllll.jpg

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina