Ministro dos Transportes garante R$ 87 milhões para duplicação da BR-470

17 Maio 2017 23:05:00

Mauricio Quintella esteve reunido, na tarde desta quarta-feira (17), com prefeitos do Vale do Itajaí, parlamentares e lideranças empresariais

Foto: Divulgação

Reunidos na tarde desta quarta-feira (17) com o ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Mauricio Quintella, os prefeitos do Vale do Itajaí, parlamentares e lideranças empresariais ouviram do ministro a garantia de que os R$ 87 milhões previstos no orçamento serão cumpridos neste ano para a duplicação da BR-470. Para o ministro, este valor permite que a obra seja tocada de forma satisfatória. "Não é o que desejamos, mas não precisaremos paralisar a obra por conta de contingenciamento, tampouco haverá cortes no orçamento", prometeu.

Na ocasião, o presidente da Associação dos Municípios do Médio Vale do Itajaí (Ammvi), José Luiz Colombi, prefeito de Botuverá, entregou um documento ao ministro em que solicita suplementação de R$ 230 milhões, os quais seriam investidos na obra e nas desapropriações. Este documento teve a adesão dos prefeitos da Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí (Amavi), da Associação dos Municípios da Foz do Rio Itajaí (Amfri) e de parlamentares. 

"Foi um momento imprescindível para renovarmos a cobrança por recursos e ampliarmos a vigília pela obra. A audiência mostrou que o Vale do Itajaí está unido pela causa", disse Colombi. A reunião contou com a presença de aproximadamente 70 pessoas, dentre elas cerca de 30 prefeitos, nove deputados federais, um senador, vereadores, Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc) e Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). "A parceria do Sindilojas, da Associação Empresarial de Blumenau (Acib), do Comitê Pró-duplicação da BR-470, da Fiesc e do Dnit têm sido fundamentais para fortalecer as forças em prol da duplicação", enalteceu o prefeito. 

Em seu pronunciamento, o presidente do Fórum Parlamentar Catarinense, deputado João Paulo Kleinübing, cobrou que o ministério tenha um cronograma factível para a rodovia. "O último grande investimento na BR-470 foi feito nos anos 90. Desde então somente acompanhamos medidas paliativas", lembrou. Ele falou ainda da lentidão da obra, em que somente há trabalhos em dois trechos, como também falou do processo de concessão. 

Quintella prometeu ainda convidar prefeitos e parlamentares para discussões sobre as próximas iniciativas em torno da duplicação. "Ninguém vai discutir concessão sem conversar com os prefeitos e o Fórum Parlamentar", frisou. Além disso, o ministro pediu o apoio do Fórum para fortalecer o diálogo com o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão para pleitear a liberação de recursos do orçamento para a obra. Conforme Kleinübing, a audiência com o ministro Dyogo de Oliveira já foi solicitada e deve acontecer em breve. 

O presidente da Ammvi, em seu discurso, frisou o número de mortes que a rodovia acumula. "Nos últimos 17 anos perdemos 1.700 vidas na BR-470. São 35 mil veículos que circulam por dia na rodovia. Estes números só comprovam que não podemos mais esperar", falou Colombi. 

O prefeito citou ainda que o investimento da obra representa somente 3,5% do Produto Interno Bruto (PIB) da região. "O Vale do Itajaí contribui significativamente para a economia do Estado e da União. Precisamos ter retorno do trabalho de nossa população e podermos vislumbrar novos investimentos, pois os gargalos da BR-470 tem intimidado o crescimento econômico e a instalação de novas indústrias na região", finalizou.



SOSDesaparecidos.fw.png

 

 

logo Adjori - para o fundo escuro - transparente - MINI.fw.png

ASSOCIAÇÃO DOS JORNAIS DO INTERIOR DE SANTA CATARINA
Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 901 - Centro | Florianópolis-SC | CEP: 88015-090 | (48) 3298-7979 | jornalismo@adjorisc.com.br