Expansão da UFSC em Blumenau vai aproveitar estrutura da Furb
Rita Lombardi
23/8/2011 14:24:33
Em 30 dias será apresentado um projeto que delineará o melhor encaminhamento da questão
$alttext
Audiência com o secretário de Educação Superior do MEC reuniu defensores da federalização da Furb

Vitória de um trabalho de muitos e muitos anos. Assim definiu o deputado federal Décio Lima (PT) sobre a decisão do Ministério da Educação de avalizar a expansão da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) a partir da Furb - Fundação Universidade Regional de Blumenau. Segundo o parlamentar, o aproveitamento da estrutura e do patrimônio científico da Fundação pelo Governo Federal é um pleito antigo não só da sociedade blumenauense mas de todo o estado de Santa Catarina. “São 43 cursos, com 70% do corpo docente composto por mestres e doutores, isso tem que ser levado em conta”, acentuou Décio Lima, que participou da reunião no MEC, na tarde de terça-feira, dia 16. O encontro ocorreu horas depois da solenidade comandada pela presidente Dilma para o lançamento da expansão do ensino superior e técnico.

Novo rumo

No evento, no Palácio do Planalto, foi anunciada a criação de quatro instituições federais de ensino superior, 47 novos campi, entre eles o da Universidade Federal de Santa Catarina, em Blumenau, sem especificar, porém, se seria um novo espaço ou não.
Somente depois da reunião no MEC, da qual participaram os reitores da UFSC, Alvaro Prata, da Furb, João Natel, o secretário de Educação Superior do MEC, Luiz Cláudio Costa, além do prefeito de Blumenau, João Paulo Kleinübing, e de parlamentares e lideranças do movimento pela federalização da Furb, é que ficou acertada a parceria entre as duas instituições.

Com Ideli

Décio Lima reconheceu que são várias barreiras a transpor. O reitor da UFSC, Alvaro Prata, também defende o maior aproveitamento possível da Furb, uma vez que a Federal de SC está sobrecarregada com os novos campi implantados no Estado. Para ganhar apoio político à iniciativa, o grupo reuniu-se quarta-feira, dia 17, com a ministra Ideli Salvatti, interlocutora da presidente Dilma.

Institutos Federais

A expansão do ensino profissionalizante, anunciado pela presidente Dilma, contemplou Santa Catarina com mais três institutos de educação profissional e tecnológica, cujas sedes serão em São Bento do Sul, Brusque e Tubarão.
Na oportunidade, também houve o lançamento da obra de construção do Instituto Federal de Educação, no município de Palhoça. Com investimento orçado em R$ 11 milhões, o Instituto em Palhoça será uma unidade bilíngue Libras-Português, focando a educação de deficientes auditivos. A unidade será a primeira na América Latina a oferecer cursos voltados especificamente para a formação de deficientes auditivos e à capacitação de professores para atuar com esses alunos.

 

Ver comentários
Escrever comentários
Adjori  Brasil
Endereço
Rua Adolfo Melo, 38 - Sala 901
Centro - Florianópolis -SC
CEP: 88.015-090

(48) 3298-7979
Logo Rodapé
Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina