Só 5% das mortes de 2020 foram por Covid

DADOS Relatório desmistifica tese de que todos os óbitos são lançadas como coronavírus

Quantas mortes Seara registrou no ano passado? Destas, quais as principais causas atestadas nos óbitos? E quantas pessoas foram a óbito em decorrência da Covid-19 no município?
Com o relatório oficial do Cartório de Registros Civil de Seara, a reportagem fez um comparativo para desmistificar a tese usada por parte da sociedade de que todas as pessoas que morreram ou estão morrendo são contabilizadas como vítimas do novo coronavírus.
Para se ter uma ideia, no ano passado, segundo o documento fornecido pelo Cartório, morreram 94 pessoas. Foram 62 do sexo masculino e 37 do sexo feminino. Conforme os atestados, as doenças que mais causaram as mortes foram câncer, problemas cardíacos e Acidentes Vascular Cerebral (AVC). E somente cinco pessoas, ou 5,3% deste quantitativo, constam como causa principal a Covid-19 ou agravo em decorrência dessa patologia. Foram três mulheres e dois homens.
A gerente de Saúde de Seara, Luciana Maier Gagiola, esclarece que "quando um óbito é elaborado, há causas que vão do número um até o cinco, mas a principal causa é que é a definidora da morte". E exemplificou: "óbito de pneumonia por Covid. Então, o paciente teve uma pneumonia que foi agravada pelo vírus. Na sequência, são pontuadas as demais complicações que provocaram a morte". Salienta que "todo óbito é codificado a partir da causa essencial que foi a geradora daquele problema até a menor causa".

Análise minuciosa

A gerente municipal de Saúde de Seara, Luciana Maier Gagiola, acrescenta que existe um Comitê de Declaração de Óbito (DO) que avalia os óbitos ocorridos. "Este grupo avalia minuciosamente cada morte individualmente e define qual realmente foi a causa essencial geradora. Após, temos que digitalizar isso, porque depois vai constar no Indicador de Saúde do município. É um trabalho bastante rigoroso e delicado para fazer. No atestado de óbito que fica para a família terá tudo detalhado no documento".  



891072570.jpg

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Jornal FolhaSete