Mulher evita morte de companheiro ao lutar com próprio filho

O agricultor João Aloísio Klunk de Alto macuco sofreu tentativa de homicídio ao ser golpeado com facão durante a madrugada

GLOBO REGIONAL

  

SÃO JOÃO DO OESTE – Por volta dos 30 minutos da madrugada de quarta-feira, o agricultor João Aloisio klunk, de Alto Macuco, foi alvo de uma tentativa de homicídio. A vítima, de 48 anos, abriu a porta e foi golpeado a facão. Ele sofreu quatro cortes profundos no rosto e teve a orelha esquerda repartida ao meio, além de cortes no braço e antebraço esquerdo e nas costas. O agricultor só não foi morto porque a companheira entrou em luta com o marginal que antes de fugir ainda quebrou a porta e apedrejou o telhado de cimento amianto.João Aloísio Klunk gritou por socorro e vizinhos acionaram a Polícia Militar que chegou ao local seis minutos depois. O agricultor foi colocado na viatura policial e levado ao hospital de São João do Oeste. Devido a gravidade dos ferimentos foi imediatamente transferido para São Miguel do Oeste e depois ao Hospital Regional de Chapecó.O autor da tentativa de homicídio é Sérgio Rech, de 21 anos, residente em Iporã do Oeste. Ele é filho da esposa da vítima. A mãe relatou aos policiais que impediu a morte do marido ao lutar contra o próprio filho. Ele estava armado com dois facões um de 30 e outro de 45 centímetros de lâmina que foram apreendidos no local do crime.A Polícia investiga a relação do furto de uma moto em Iporã do Oeste com a tentativa de homicídio no interior do município. O horário em que Sérgio Rech saiu da residência de seu irmão em Iporã do Oeste antecede o período do furto da moto na rua, facilitado pelo proprietário que deixou a chave na ignição e capacete no espelho. Depois da tentativa de homicídio na localidade de Alto Macuco o suspeito fugiu de moto.O agricultor vítima de tentativa de homicídio passou por cirurgias e deixou a Unidade de Tratamento Intensivo. Conforme informações de familiares João Aloisio Klunk se recupera bem. O responsável pela Delegacia Rogério Soehn começa a ouvir envolvidos e testemunhas. Ele espera a apresentação do agressor e a recuperação da vítima para esclarecer as circunstâncias da tentativa de homicídio. 



EDITORIAS

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Globo Regional