Secretaria de Turismo de Balneário Piçarras prepara resgate da Festa Nacional do Mar

“A Fenamar será como o lançamento oficial da temporada de verão. Será totalmente voltada ao mar, envolvendo muito o setor náutico, imobiliário, cultura e gastronomia”, detalhou o secretário, Lávio

FELIPE FRANCO, JORNALISTA
Fenamar.JPG
Material usado em 2007

A Secretaria de Turismo de Balneário Piçarras trabalha no resgate da Festa Nacional do Mar, a Fenamar – que foi realizada nos anos de 2005, 2006, 2007, 2008 e 2013. Segundo o secretário da pasta, Lávio Dalfovo, a intenção é realizar o evento – somente com o aval dos órgãos sanitários, diante da situação pandêmica – para lançar oficialmente a temporada de verão. Já o tradicional Piçarraiá será mantido no calendário de eventos, mas sofrerá mudanças em seu formato.

“A Fenamar será como o lançamento oficial da temporada de verão. Será totalmente voltada ao mar, envolvendo muito o setor náutico, imobiliário, cultura e gastronomia”, detalhou Lávio. O evento foi criado em 2005, com edições posteriores nos anos de 2006, 2007, 2008 e 2013 – sendo encerrado após insucesso da última edição, que colecionou baixo público e imbróglios com autoridades policiais. Caso seja mantido nesta cronologia, a Fenamar chegará a sua sexta edição.

“Se tudo der certo”, antecipa o secretário, a intenção é realizar a Festa Nacional do Mar entre os dias 15 a 19 de dezembro – data que só terá sua confirmação efetivada diante de uma significativa melhora no painel estadual do coronavírus. Enquanto isso, as ideias são colocadas no papel. “Pensamos em uma festa itinerante, pelos pontos da cidade, explorar a cidade. A ideia é envolver a comunidade em tudo”, complementou. Lávio também adiantou que a festa da maior canjica do Brasil terá seu formato modificado.

“O Piçarraiá será levado para o interior da cidade e ganhará um novo formato. Terá o formato real de uma festa junina, com a uma gastronomia típica do interior”, confirmou, frisando ainda que o prato principal do evento, a canjica, será mantido. “É a essência da festa”, encerrou Lávio. O Piçarraiá já foi realizado consecutivamente entre os anos de 2013 a 2019, chegando a sua oitava edição, ficando conhecido nacionalmente por conta da elaboração artesanal de duas toneladas da iguaria em uma enorme panela, que pesa outras 12 toneladas.

Imagens







14322344777940.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina e Jornal do Comércio