Eduardo Bueno é o novo secretário da Fazenda de Penha

“Vou buscar incrementar a receita municipal, sem, logicamente, onerar o contribuinte. É preciso usar da criatividade para isso”

FELIPE FRANCO, JORNALISTA
Duda Bueno.JPG
“Destaco a atuação na fiscalização da concessão de abastecimento de água"

A Secretaria da Fazenda da Prefeitura de Penha está sob novo comando. O prefeito, Aquiles da Costa (MDB), anunciou Luiz Eduardo Bueno, o Duda, como o novo responsável para pasta financeira da municipalidade. “Vou buscar incrementar a receita municipal, sem, logicamente, onerar o contribuinte. É preciso usar da criatividade para isso”, adiantou o novo secretário, que até então estava como controlador interno do município.

A nomeação vem ao encontro da recente saída, da então secretária, Susana Perinotti. Ela assumiu a Secretaria de Saúde na cidade de Balneário Piçarras. “Vamos dar continuidade ao trabalho, buscando incrementar a receita através da criatividade e ações que estimulem a população a manter, especialmente, em dia o pagamento do principal imposto municipal, o IPTU. Esse é o valor 100% do município, que garante investimentos em obras, saúde e educação”, reforçou Duda.

Para 2022, foram impressos 22.298 carnês, para um valor lançado de IPTU em torno de 20 milhões. Historicamente, o percentual de inadimplência é de 40% - escala que o novo secretário espera reduzir. Para quitação, há a opção à vista com desconto de 10% (vencimento em 22/02), à vista com desconto de 5% e vencimento. em (22/03) ou parcelado em até 12 vezes com vencimento da primeira parcela em (22/02).

A frente da Controladoria Interna, Duda intensificou as cobranças junto a Águas de Penha, que detém os direitos de exploração dos serviços de água e esgoto na cidade. “Destaco a atuação na fiscalização da concessão de abastecimento de água. Fomos mais incisivos nas cobranças pelo cumprimento real do contrato e obtivemos avanços que fizeram com que na temporada de verão não faltasse água na nossa cidade – esse, por sua vez, um problema de décadas”, comenta o bacharel em Direito.

A implantação da Ouvidoria Municipal (canal de reclamação, sugestão e informação da Prefeitura) também sob as atribuições do ex-controlador. "Deixo a Controladoria Interna com o sentimento de dever cumprido. Conseguimos organizar diversos setores da gestão, especialmente Ouvidoria Municipal, que agora recebe uma média de dez intervenções diárias – dessa forma, o Governo Municipal consegue dar uma resposta imediata às necessidades sociais”, analisa.

Na atual gestão, Duda já esteve como secretário de Governo, gestor de Águas e, por duas vezes, comandou a Controladoria Interna. “Tenho certeza de que com a capacidade da técnica equipe da Secretaria da Fazenda, conseguiremos desenvolver um bom trabalho”, encerra o secretário.

Imagens








14322344777940.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina e Jornal do Comércio