Ala do EEB. Cel. Gasparino Zorzi é interditada

Alunos do ensino fundamental ? séries iniciais terão aulas no Salão da Capela São Sebastião. Condições do local já haviam sido noticiadas no Jornal O Celeiro em outubro de 2014.

.

 Enfim uma decisão. As rachaduras na estrutura da ala construída em 2004 da Escola de Educação Básica Coronel Gasparino Zorzi, danificaram todo o local. No final de maio, o laudo técnico emitido pelo perito contratado para inspecionar a obra, o engenheiro Sadi Jacomel, atestou que a estrutura das salas inspecionadas estão comprometidas.

A informação foi repassada no dia 27 de maio, pela assessoria de imprensa da Secretaria de Desenvolvimento Regional – SDR. Neste dia, o secretário de desenvolvimento regional da SDR Campos Novos, Vilibaldo Erich Schmid, acompanhado de uma equipe da regional participaram de reunião com membros da Comissão Especial de Pais, Associação de Pais e Professores – APP e direção da escola para tratar de assuntos referentes à necessidade de construção de uma nova ala.

A necessidade de se construir uma nova ala já havia sido apresentada pelo Secretário Vilibaldo Schmid em reportagens ao Jornal O Celeiro. Após a reunião com pais e diretoria da escola, também foi definido que os alunos do Ensino Fundamental – Séries Iniciais seriam removidos da escola. Desde a segunda-feira, 1º de junho, os alunos tem aulas no salão da capela do Bairro São Sebastião, próximo a estrutura da escola.

De acordo com o secretário regional, a transferência visa garantir a segurança dos alunos. A decisão de mudar o local de aulas foi dos pais dos estudantes em consenso com direção e SDR.

A ala desocupada que está com a estrutura comprometida abriga cinco salas de aula atualmente, além do salão nobre. A nova ala, que deve ser construída pelo Governo do Estado, mas que ainda está em fase final de projeto, contempla nove novas salas de aula, um auditório, banheiros nos pisos superior e inferior e rampas de acessibilidade. 

Imagens



SOSDesaparecidos.fw.png
logo.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | O Celeiro